Copagril
Esportes Intercâmbio

Seleção da Venezuela treina em Toledo para os Jogos Pan-Americanos

(Foto: Eliane C. Torres)

A seleção nacional de Ginástica Rítmica da Venezuela escolheu Toledo para uma última preparação e adaptação para os Jogos Pan-Americanos de Ginástica Rítmica, de 2 a 5 de agosto, em Lima, no Peru. A equipe, formada por atletas do conjunto e individual, chegou na semana passada em Toledo e permanece até o dia 28 de julho para um período de treinamentos intensivos, antes de viajar para o Pan deste ano.

“Viemos ao Brasil, a Toledo, para fazer as últimas correções nas séries e melhorar o trabalho da equipe para os Jogos Pan-Americanos. Toledo tem uma estrutura e uma equipe técnica muito boa e acreditamos que podemos melhorar bastante”, disse a técnica da equipe individual, Maribel Rodrigues. Ao lado da técnica Marly Rojas, do conjunto, ela acompanha as atletas no trabalho que está sendo feito neste período em Toledo. A equipe está treinando diariamente, incluindo preparação física, balé e repetição das séries, no ginásio do Sesi, de manhã e tarde.

Casa do Eletricista LORENZETTI

(Fotos: Eliane C. Torres)

A equipe venezuelana está ansiosa para participar dos Jogos Pan-Americanos, mas sabe que será uma tarefa árdua. Enquanto outras equipes participaram de copas mundiais, visando a preparação para os Jogos Pan-Americanos, a vinda da equipe venezuelana a Toledo foi a única experiência internacional das atletas neste ano. Ela teme que esta falta de experiência em quadra possa interferir no resultado final. Para a técnica, a vinda a Toledo deverá acrescentar bastante, pelo conhecimento e técnica da equipe local, referência para os demais países da América. Além disso, a temperatura mais baixa também deverá auxiliar na adaptação das atletas para as disputas no Peru.

A técnica Gracieli Morais, que junto com a técnica Solange Martins Paludo, está trabalhando com as ginastas venezuelanas, destacou a importância deste tipo de intercâmbio. Segundo ela, a equipe de GR de Toledo sempre foi referência para os demais países da América e é gratificante poder contribuir com o crescimento da modalidade. Nesta semana, o trabalho está sendo orientado pelas duas técnicas, em função da recuperação da técnica Anita Klemann de um acidente de trânsito.

Entre as 21 atletas classificadas em 2018 para o Pan, a Venezuela ficou em décimo lugar no individual. No conjunto, entre seis classificados para a final, a equipe ficou na quinta posição. De Toledo, a equipe segue para o Peru no dia 28 de julho.

O projeto de Ginástica Rítmica de Toledo, com 29 anos de atuação no município, conta com as parceiras do Sesi e prefeitura de Toledo e com patrocínio de O Boticário, Sanepar e Itaipu Binacional, através de recursos obtidos pela da Lei de Incentivo ao Esporte do Ministério do Esporte/Governo Federal.

 

Com assessoria

TOPO