Fale com a gente

Esportes

Seleções finalistas da Copa são multadas por excesso de cartões

Publicado

em

A Espanha foi campeã do mundo em 2010 pela primeira vez. (AP)

As sele ccedil; otilde;es de Espanha e Holanda foram multadas pelo excessivo n uacute;mero de cart otilde;es aplicados pelo aacute;rbitro ingl ecirc;s Howard Webb na final da Copa do Mundo, disputada no uacute;ltimo dia 11 de julho e vencida pelo time ib eacute;rico na prorroga ccedil; atilde;o por 1 a 0. nbsp; A Federa ccedil; atilde;o Holandesa dever aacute; pagar quase
R$ 22 mil pelos oito jogadores punidos: Robin van Persie, Mark van Bommel, Nigel de Jong, Giovanni van Bronckhorst, Arjen Robben, Gregory van der Wiel, Joris Mathijsen e John Heitinga – este expulso ap oacute;s receber dois amarelos. nbsp; A Espanha, por sua vez, ter aacute; de pagar R$ 15 mil pelas cinco advert ecirc;ncias recebidas na partida decisiva: Carles Puyol, Sergio Ramos, Joan Capdevila, Andr eacute;s Iniesta e Xavi Hern aacute;ndez. O regulamento disciplinar da Fifa considera m aacute; conduta quando pelo menos cinco jogadores de uma uacute;nica equipe recebem cart otilde;es.
Espanha e Holanda fizeram neste ano a final com mais cart otilde;es amarelos da hist oacute;ria das Copas, superando as seis advert ecirc;ncias da decis atilde;o de 1986, no M eacute;xico, entre Argentina e Alemanha. Foi o primeiro t iacute;tulo Mundial dos espanh oacute;is.

Facebook