Ford/Abradif/Rodovel Ranger
Esportes Doença

Wanderlei Silva admite chance de ter “demência pugilística”

Em entrevista ao canal do YouTube, ele relatou ter identificado diversos sintomas da doença que já acometeu diversos praticantes de esportes (Foto: Divulgação)

 

O lutador curitibano Wanderlei Silva, 42 anos, revelou, na quarta-feira (06), a chance de estar com Encefalopatia Traumática Crônica (ETC), doença neurodegenerativa também conhecida como “demência pugilística”.

Em entrevista ao canal do YouTube, ele relatou ter identificado diversos sintomas da doença que já acometeu diversos praticantes de esportes de combate, como Muhammad Ali, Éder Jofre e Adílson Rodrígues, o Maguila. “Estive numa palestra sobre concussão e de 10 sintomas que o cara deu, oito eu tinha. Por exemplo: alteração de humor, esquecer algumas coisas, dificuldade no sono… No nosso tempo, eu acreditava que quanto mais soco você tomava, você aguentava mais. E é ao contrário: quanto mais socos você leva, menos você aguenta na hora da luta”, disse ele, que tem mais de 50 lutas de MMA no cartel.

 

Com Bem Paraná 

TOPO