Esportes Disputa hoje

Washington elogia Pablo e Luciano, e torce por conquista brasileira na Copa Sul-Americana

Fluminense e Atlético-PR se enfrentam pela Copa Sul-Americana e Washington se destaca por ser ídolo em ambas as equipes (Foto: Divulgação)

A história de Washington “Coração Valente” é marcada por passagens em grandes clubes e muitos gols. Entretanto, dois em especial foram responsáveis por momentos marcantes na sua carreira: o Atlético-PR e o Fluminense. Adversários desta quarta-feira (07) na Copa Sul-Americana, o ex-atacante e agora deputado falou ao Lance e fez questão de lembrar do “carinho e respeito” que tem pelas equipes.

“Importância, carinho e respeito por ambas as equipes, que sempre serão especiais para mim. Cada uma teve papel muito importante, uma sendo meu recomeço no futebol, a outra, me trazendo de volta ao futebol brasileiro e me dando a oportunidade de encerrar minha carreira como campeão. E ainda fui, artilheiro do Brasileirão, defendendo as duas camisas e suas torcidas”, comentou o ex-atacante.

Fluminense e Atlético-PR se enfrentam pelas semifinais da Copa Sul-Americana e a responsabilidade do ataque está com dois nomes: Pablo e Luciano. Ambos foram elogiados pelo Coração Valente, que também comentou sobre a trajetória do zagueiro Gum pelo Tricolor e revelou a torcida por um título brasileiro no torneio.

“Boas temporadas. Pablo com uma situação mais regular devido ao número de jogos e o Luciano, aproveitando a partir da oportunidade que está tendo.  Ambas as equipes lutam pelo seu primeiro título internacional. Bom, que teremos uma delas na final, brigando para trazer mais um título para o nosso Brasil”, declarou Coração Valente.

E completou sobre o zagueiro: “O Gum é um jogador que está na história do Fluminense. Ano que vem, ele completará 10 anos de dedicação a camisa tricolor, já tendo mais de 400 jogos. Isso não é para qualquer um, ainda mais nos dias atuais que o futebol atravessa, onde se tem muitas transferências. A identificação dele com o clube é fantástica e isso deve ser aproveitado da melhor maneira, com sua liderança e entrega dentro de campo. Pelo Atlético-PR, Washington fez parte do elenco vice-campeão do Campeonato Brasileiro em 2004. Na ocasião, marcou 34 gols e se tornou o maior artilheiro de uma única edição na história do torneio. Anteriormente, em 2002, descobriu que sofria de um problema cardíaco e o clube paranaense abriu as portas para o seu retorno. Ele se emociona e considera o principal momento na equipe”.

“Foram muitos felizmente, mas sem duvida, o inesquecível foi o jogo de meu retorno ao futebol, onde vencemos o clássico contra o Paraná e pude voltar a marcar”, revelou.

No Fluminense, o Coração Valente teve passagens em 2008 e 2010. No primeiro ano, ficou com o vice-campeonato da Libertadores e foi o artilheiro do Brasileirão com 21 gols. No retorno, ficou marcado pela aposta de “não marcar e ver o clube campeão brasileiro”, o que se concretizou logo depois. Esse foi o momento mais marcante no Tricolor.

“Felizmente também muitos momentos bons e felizes. Apesar de não termos conseguido conquistar a Liberadores em 2008, foi algo muito especial. A conquista do Brasileiro de 2010 tem capítulos inesquecíveis” declarou.

 

Com Lance

TOPO