Fale com a gente

Esportes Semana decisiva

Zagueiro rondonense fala da expectativa para o jogo que pode deixar o Coritiba entre os 4 melhores do Brasileirão

Publicado

em

(Foto: Divulgação/Coritiba)

O Coritiba joga nesta segunda-feira (9) contra o Avaí, pela 5ª rodada do Brasileirão, e na quinta-feira (12), contra o Santos, pela 3ª fase da Copa do Brasil. De olho em uma semana decisiva, com dois confrontos fora de casa, e com dúvidas sobre poupar jogadores ou não, o time coxa-branca adotou o discurso de “um jogo de cada vez”.

A partida contra o Avaí pode deixar o Coritiba entre os 4 melhores do Brasileirão ao fim da 5ª rodada, em caso de vitória e dependendo dos demais resultados. Já o duelo contra o Santos é o segundo pela Copa do Brasil. Na ida, o time coxa-branca venceu por 1 a 0. Com isso, joga pelo empate na Vila Belmiro.

“A gente tem totais condições de sair de lá com um resultado positivo. A gente sabe da semana importante, tem o Avaí e depois o Santos”, disse o zagueiro Henrique. “A gente vem de boa sequência de bons jogos, não só no Brasileirão. É jogo por jogo, pensar no que vai fazer”.

Henrique minimizou os erros individuais da defesa nos últimos jogos, quando questionado sobre o assunto. Contra o Atlético-MG (empate em 2 a 2), o lateral Guilherme Biro escorregou e entregou o 2º gol. Diante do Fluminense (vitória coxa-branca por 3 a 2, de virada), o goleiro Alex Muralha falhou no lance que originou o 1º gol carioca. “A gente vem numa crescente, ainda tem muita coisa para acontecer. Mas claro que os erros e defeitos são corrigíveis”, afirmou.

Para esta segunda-feira, o técnico Gustavo Morínigo pretende escalar força máxima, mas tem três dúvidas: Guilherme Biro ou Egídio na lateral-esquerda, Régis ou Robinho como meia centralizado e Clayton ou Leo Gamalho de centroavante. A tendência é que Egídio, Robinho e Leo Gamalho, mais velhos que seus concorrentes, fiquem como opção para o decorrer da partida contra o Avaí.

 

Com Bem Paraná

Clique aqui e participe do nosso grupo no WhatsApp

Continue Lendo

Facebook