Geral

“A segurança será o foco da minha campanha, diz Major Graciano

Candidato a deputado estadual Major Graciano: Ser candidato é um fato novo e esperamos contribuir principalmente para a região Oeste do Paraná. (Maria Cristina Kunzler)

Uma das novidades na elei ccedil; atilde;o deste ano, especificamente em Marechal nbsp;C acirc;ndido Rondon, eacute; que a campanha n atilde;o estar aacute; polarizada em apenas dois candidatos. O munic iacute;pio tem cinco postulantes agrave; Assembleia nbsp;Legislativa. Um deles eacute; o major Graciano Katerski Krutli (PSB), que nbsp;pela primeira vez concorre ao pleito.
Apesar da estrutura de campanha ser menor do que de outros nbsp;concorrentes, o major est aacute; bastante animado com o processo eleitoral. nbsp;Ele aponta que o fato de seu partido apoiar o candidato ao Governo do nbsp;Estado, Beto Richa (PSDB), eacute; um ponto fundamental. Isto porque o nbsp;tucano representa a renova ccedil; atilde;o e eacute; isso que o rondonense est aacute; buscando, nbsp;destaca. ldquo;A minha candidatura eacute; para valer. Fui convidado a me filiar no PSB e nbsp;ser candidato atrav eacute;s do deputado estadual Reni Pereira, do empres aacute;rio nbsp;Darnes Almeida (Kagiva) e do prefeito de Curitiba, Luciano Ducci rdquo;, nbsp;relata.
De acordo com o candidato, o fato de ter seguido carreira policial nbsp;durante cerca de 30 anos fez com que acompanhasse a aacute;rea pol iacute;tica mais nbsp;de perto, o que contribui agora para a campanha. ldquo;Esta eacute; a primeira vez que concorro em uma elei ccedil; atilde;o, mas estamos contentes porque a nossa nbsp;candidatura est aacute; sendo assimilada por grande parte da popula ccedil; atilde;o e para nbsp;onde vamos, seja no oacute;rg atilde;o de seguran ccedil;a ou na sociedade civil, estamos nbsp;sendo muito aceitos rdquo;, afirma.
Por ter forma ccedil; atilde;o na Pol iacute;cia Militar, o major espera contar com apoio nbsp;maci ccedil;o da corpora ccedil; atilde;o, at eacute; porque, segundo ele, na regi atilde;o n atilde;o h aacute; outro nbsp;candidato que seja oriundo da carreira policial. ldquo;Esperamos um bom nbsp;apoio dos policiais, assim como da sociedade civil rdquo;, aponta.
Major Graciano revela que o foco em sua campanha ser aacute;, em primeiro nbsp;lugar, a seguran ccedil;a p uacute;blica. Ele diz que eacute; preciso haver uma nbsp;reestrutura ccedil; atilde;o dos oacute;rg atilde;os no Estado. ldquo;Estamos na coliga ccedil; atilde;o com o Beto nbsp;Richa e, se for eleito, vamos trabalhar unidos para reestruturar a nbsp;seguran ccedil;a p uacute;blica do Paran aacute;. Este setor est aacute; aqu eacute;m daquilo que a nbsp;sociedade almeja, com efetivos baixos e poucos investimentos rdquo;, salienta.

Seriedade
O rondonense acrescenta ainda que eacute; preciso seriedade no trabalho nbsp;envolvendo fun ccedil; otilde;es p uacute;blicas, o que, de acordo com ele, n atilde;o eacute; levado nbsp;muito em considera ccedil; atilde;o hoje em dia. ldquo;Observamos v aacute;rios problemas no nbsp;Estado, envolvimento de pessoas que est atilde;o dentro da atribui ccedil; atilde;o p uacute;blica nbsp;e n atilde;o t ecirc;m seriedade, eacute;tica e responsabilidade. Vamos trabalhar para nbsp;uma reestrutura ccedil; atilde;o da pol iacute;tica do Estado ao pedir que o eleitor nbsp;renove. Aqueles pol iacute;ticos que s oacute; prometem e n atilde;o cumprem com aquilo que nbsp; eacute; determinado precisam ser dispensados pelo eleitor. Vamos nos nbsp;empenhar pela renova ccedil; atilde;o pol iacute;tica rdquo;, declara.

Casa do Eletricista – Clorador Agosto

Renova ccedil; atilde;o
Conforme o rondonense, j aacute; passou da hora de ocorrer uma renova ccedil; atilde;o na nbsp;pol iacute;tica brasileira. ldquo;Estamos vendo no Brasil e Paran aacute; envolvimento de nbsp;pol iacute;ticos antigos que pouco fizeram para o desenvolvimento e nbsp;reestrutura ccedil; atilde;o da na ccedil; atilde;o e do Estado. A infraestrurura tamb eacute;m est aacute; a nbsp;desejar. S atilde;o caciques que pouco fazem pela sociedade. Est aacute; na hora da nbsp;popula ccedil; atilde;o pensar em renovar o quadro pol iacute;tico rdquo;, aponta.

Curr iacute;culo
Graciano Krutli formou-se na Academia da Pol iacute;cia Militar em 1981 e nbsp;chegou ao posto de major. Ele j aacute; serviu em v aacute;rias unidades do Paran aacute;, nbsp;como Cascavel, Foz do Igua ccedil;u, Toledo, Marechal C acirc;ndido Rondon, Quedas nbsp;do Igua ccedil;u, Rol acirc;ndia, Curitiba e Guarapuava. Eacute; formado em Direito e nbsp;Ci ecirc;ncias Cont aacute;beis, p oacute;s-graduado em Administra ccedil; atilde;o e Marketing e nbsp;Metodologia do Ensino Superior. Foi comandante da 2 ordf; Companhia da nbsp;Pol iacute;cia Militar de Marechal Rondon. ldquo;Exerci outras atividades operacionais dentro do Estado e tenho um vasto conhecimento no que nbsp;tange agrave; seguran ccedil;a p uacute;blica rdquo;, afirma.

TOPO