Geral Antônio Sérgio Marsola

Após prisão de colaborador, Itaipu emite nota de esclarecimento

Foto: Divulgação

 

A Itaipu Binacional esclarece que, diferentemente da nota divulgada pela Polícia Civil do Rio de Janeiro, Antônio Sérgio Marsola não faz e nunca fez parte do quadro de pessoal da empresa. Ele foi admitido há pouco menos de um mês para trabalhar na equipe de segurança do Parque Tecnológico Itaipu (PTI). A função dele era apenas operacional. Não ocupava cargo de gestão.

Ao ser informada da prisão ocorrida na manhã desta quinta-feira (08), na Operação Eros, a diretoria do PTI anunciou o desligamento sumário do empregado recém-contratado.

 

TOPO