Ecoville – Maior rede de limpeza
Ford Show Rural
Geral

Assembleia aprova aumento do salário-mínimo regional

A Assembleia Legislativa aprovou ontem (29), por unanimidade e em tr ecirc;s discuss otilde;es, o novo sal aacute;rio-m iacute;nimo regional do Paran aacute; – em quatro faixas salariais que variam entre R$ 663 a R$ 765 – e que passa a vigorar a partir de 1 ordm; de maio atendendo diretamente 350 mil trabalhadores. O projeto de lei segue agora para san ccedil; atilde;o do governador Roberto Requi atilde;o, o que deve ocorrer at eacute; amanh atilde; (31).
O novo piso paranaense – reajustado entre 9,5% e 21,5% sobre os atuais valores: R$ 605,52 a
R$ 629,45 – eacute; 50% maior do que o sal aacute;rio-m iacute;nimo nacional, de R$ 510. Segundo o Dieese e o Ipardes, o aumento causa um impacto positivo de R$ 150 milh otilde;es mensais na economia paranaense e serve como base tamb eacute;m para os segmentos que n atilde;o t ecirc;m conven ccedil; otilde;es coletivas de trabalho, influenciando direta e indiretamente 1,2 milh atilde;o de trabalhadores.
ldquo;O Paran aacute; assegura aos trabalhadores n atilde;o-sindicalizados o sal aacute;rio m eacute;dio que j aacute; vem sendo praticado pelo mercado. O novo piso n atilde;o cria qualquer situa ccedil; atilde;o de risco para as empresas. Isso ficou claro nas quatro audi ecirc;ncias p uacute;blicas que a Assembleia Legislativa realizou. Na verdade, o piso regional est aacute; dando mais seguran ccedil;a aos trabalhadores, aumentando seu poder de compra rdquo;, disse o deputado Luiz Claudio Romanelli (PMDB), l iacute;der do governo no Legislativo.

TOPO