Brincando na Praça 2019
Geral

Cadeia de três décadas vira canteiro de “obra” para presos

Ferro, concreto, terra, alarmes, choque, cercas, c acirc;meras, enfim, nada barra quem tem 24 horas para se dedicar a uma fuga, especialmente se ela for da cadeia da Delegacia de Pol iacute;cia Civil de Marechal C acirc;ndido Rondon. Mesmo com os v aacute;rios refor ccedil;os na seguran ccedil;a feito na delegacia, como trilhos de trem soldados no teto do sol aacute;rio, concertina, c acirc;meras de monitoramento, presos mais uma vez conseguiram fugir da cadeia. Das 101 pessoas que estavam recolhidas no local, 25 conseguiram liberdade. Quatro delas, no entanto, foram recapturadas, e uma se apresentou com advogado. Com isso, a cadeia estava ontem com 91 presos, sendo que a capacidade indicada eacute; para 18.
Mesmo sendo esta a primeira fuga da cadeia do ano, as tentativas s atilde;o frequentes. Pelo menos quatro grandes t uacute;neis j aacute; foram descobertos esse ano. A uacute;ltima fuga da cadeia ocorreu em 10 de dezembro de 2009, quando sete pessoas conseguiram liberdade. nbsp;

Fuga
Os presos fugiram por um t uacute;nel com cerca de seis metros de extens atilde;o, cavado a partir do X2 (uma das quatro celas do cadei atilde;o). Devido agrave; superlota ccedil; atilde;o, as portas das celas ficam abertas, o que possibilita o livre acesso dos detidos. nbsp; Por isso, todos os presos do cadei atilde;o tinham condi ccedil; otilde;es de fugir. De acordo com a pol iacute;cia, a fuga deve ter ocorrido por volta das 04 horas da madrugada, mas s oacute; foi percebida pouco antes das 07 horas, durante vistoria. Os presos sa iacute;ram num terreno no lado direito da delegacia, deixando v aacute;rios objetos pessoais para tr aacute;s. O local onde os presos fizeram o t uacute;nel, bem como o por onde sa iacute;ram, n atilde;o eacute; captado pelas c acirc;meras de seguran ccedil;a.
Na quarta-feira (11), havia sido feito uma varredura no cadei atilde;o, mas at eacute; ent atilde;o o t uacute;nel n atilde;o tinha come ccedil;ado a ser escavado, informou a pol iacute;cia.

Casa do Eletricista ESCAVAÇÕES

Recapturados
V aacute;rios policiais militares e civis faziam buscas ontem atr aacute;s dos foragidos. At eacute; o final da tarde haviam sido recapturados Jeferson Eduardo Hoffmann (detido quando chegava em Toledo), Marcos Carlos da Silva (flagrado bebendo cerveja num bar no Jardim Primavera), e Ademar de Souza Schwertner e Jo atilde;o Paulo Vel aacute;squez (ambos encontrados em Pato Bragado). Fabiano Cateburcio se apresentou agrave; pol iacute;cia acompanhado de advogado. nbsp; nbsp;

Hist oacute;rico
A delegacia de Marechal C acirc;ndido Rondon tem cerca de 35 anos e est aacute; localizada no centro da cidade. A cadeia eacute; marcada por v aacute;rias fugas. A maioria delas aconteceu nos anos de 2006 e 2007. Na eacute;poca, os presos fugiram pela parte superior do sol aacute;rio. Diante disso, foram soldados trilhos de trem, instalados arames e c acirc;meras no sol aacute;rio, o que fez com que os presos procurassem outra sa iacute;da, que est aacute; sendo o solo. Este ano foram encontrados t uacute;neis nos dias 21 de fevereiro, 26 de mar ccedil;o, 09 de maio e 24 de maio. Um dos t uacute;neis tinha aproximadamente dez metros e passava por baixo da sala do plant atilde;o. Em todas essas ocasi otilde;es os servidores da delegacia descobriram os t uacute;neis antes da fuga, o que n atilde;o ocorreu na madrugada de ontem.

Alternativa
A esperan ccedil;a das autoridades locais no momento est aacute; sendo a possibilidade de uma parceria com o Governo do Estado para a constru ccedil; atilde;o de um pres iacute;dio na aacute;rea urbana do munic iacute;pio. O Executivo local cederia o terreno e o Estado a obra. Uma reuni atilde;o com o governo estadual para tratar do assunto deve ser realizada, mas, por enquanto, existe pouca expectativa de que o acordo seja firmado, at eacute; por ser final de mandato.

lt;galeria / gt;

TOPO