Copagril – Compras no Site
Geral

Cerca de oito mil crianças ainda devem ser vacinadas

Em torno de oito mil crianças da região ficaram sem receber a vacina contra o sarampo até o Dia D da campanha, realizada no último sábado (13). Além disso, outras cerca de 2,1 mil não receberam a segunda dose da vacina contra a poliomielite (paralisia infantil). O número foi divulgado ontem (17) e se refere aos públicos-alvos das campanhas em 18 municípios da 20ª Regional de Saúde de Toledo e consta do Sistema Data SUS.
No caso da campanha da polio, os municípios da regional somam em torno de 22.596 crianças na faixa etária de zero até menos de cinco anos, sendo que 20.451 receberam a dose até a data de ontem (17), o que representa 90,51%, enquanto a meta estipulada pelo Ministério da Saúde era de cobertura vacinal de 95%.
A menor cobertura em nível regional foi registrada na faixa dos quatro anos de idade. A proporção ficou em 83,40% do público-alvo. Significa que quase 800 crianças com quatro anos deixaram de ser vacinadas contra a pólio.
A faixa de um ano de idade (de 12 meses a menos de dois anos) também ficou em falta com boa parte da meta. Foram vacinadas 86,97% das crianças, o que indica que em torno de 600 crianças não receberam a imunização.

Prorrogação
Devido aos índices insatisfatórios, o prazo de vacinação da segunda etapa foi prorrogado. Agora, os pais e responsáveis têm até amanhã (19) para levar as crianças até uma das unidades básicas de saúde de seu município para que elas recebam as duas gotinhas.
A indicação dos profissionais de saúde é levar ainda a carteira de vacinação para a regularização do calendário de vacinas da criança.
Uma recomendação é que a criança não apresente gripe ou febre para ser vacinada, o que pode ser o motivo pelo qual uma parte ficou sem ser imunizada até o último sábado.

Casa do Eletricista – GENCO

Sarampo
Já a campanha de imunização contra o sarampo tem prazo mais longo, estendendo-se até o dia 16 de setembro. O público-alvo da campanha é formado por crianças menores de sete anos e totaliza 27.674 pessoas na região. Mesmo quem já foi vacinado em outras oportunidades deve receber a injeção subcutânea.
Até ontem, o Sistema Data SUS registrava uma média de 70,76% de cobertura vacinal nos 18 municípios. Neste caso, a parcela com menor índice de imunização é a dos seis anos de idade, que ficou em 51,7% até então.

TOPO