Copagril
Geral Dicas

Chuveiro elétrico é o ‘vilão’ da casa nos meses mais frios

(Foto: Divulgação)

O inverno brasileiro está com a bandeira tarifária amarela, isso quer dizer que o valor da energia elétrica está mais cara, com custo de R$ 1,50 para cada 100 quilowatts-hora consumidos. Além, disso, alguns equipamentos domésticos são mais utilizados nesta época do ano, o que também faz aumentar a conta de luz. Entre eles estão os aquecedores e o campeão de consumo da estação, o chuveiro elétrico.

O aquecimento da água é uma das principais finalidades do consumo de energia nas casas paranaenses, respondendo em média por 25% do valor da conta — atrás apenas da geladeira e do freezer que, juntos, ficam com quase um terço de toda a energia consumida no ambiente doméstico.

Casa do Eletricista PISCINAS

O gerente de procedimentos comerciais da Copel, Jair Airton Pozzebon, dá algumas dicas para quem quer evitar surpresas no fim do mês. Ele destaca que os cuidados com o consumo consciente já começam na compra do equipamento.

“É muito importante o consumidor observar não só o modelo do chuveiro, mas sua potência em watts. É isso que determinará o consumo do aparelho quando estiver em uso”, alerta. A informação é indicada nas embalagens e também na etiqueta concedida pelo Inmetro.

Outra medida que pode ajudar no uso eficiente da energia é ajustar a temperatura do chuveiro. Neste sentido, os aparelhos com mais opções de ajustes, ou multitemperatura, possibilitam um controle mais preciso da quantidade de energia necessária para aquecer corretamente a água do banho.

O consumo consciente de água e energia elétrica não são apenas importantes para manter o orçamento familiar sob controle, mas também como metas para os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, os ODS, visando o melhor uso dos recursos naturais do planeta.

 

Com Bem Paraná

TOPO