Pref. Pato Bragado COVID
Pref. Marechal NATAL 2020
Geral Fronteira

Conselho Nacional de Zonas Francas do Paraguai analisa acordo com o Brasil para atrair investidores

(Foto: Divulgação)

O Conselho Nacional de Zonas Francas do Paraguai está analisando uma possibilidade de gestionar um acordo com o Brasil, por meio da Chancelaria, para exportações a partir das zonas francas do Paraguai. A informação é do viceministro de tributação (SET) do Paraguai, Oscar Orué. Na quinta-feira, 19, ele se reuniu com representantes das Zonas Francas de Ciudad del Este para discutir o assunto.

A proposta do Conselho de Zonas Francas é abrir mercados, não apenas relacionados com indústria e comércio, mas também no setor de serviços. “Estamos impulsionando um decreto que regulamente as atividades de serviços para o regime de Zonas Francas” salientou Orué.

Casa do Eletricista – NÃO PAGUE AR

Segundo a Agência IP, o país tem vários regimes que beneficiam os investidores com baixas tarifas, taxas de imposto reduzidas, mão de obra, entre outros. “Queremos mostrar que hoje em dia o Paraguai é uma vitrine. Ainda mais com as leis de transparência internacional e o convênio de assistência mútua da a possibilidade ser um lugar onde seja possível investir ainda mais” assegurou.

Participaram da reunião o diretor executivo do Conselho Nacional de Zonas Francas, Roque González, o presidente da Zona Franca Global, Pedro Céspedes, o presidente da Zona Franca Trans Trade, Oscar Samudio e empresários representantes dos usuários das zonas francas.

 

Com Agência IP

Clique aqui e participe do nosso grupo no WhatsApp

TOPO