Fale com a gente

Geral Temperaturas

Deve chover e esfriar muito nos próximos dias; Inmet diz onde e quando

A passagem de uma massa de ar fria associada a um sistema frontal pode provocar queda nas temperaturas na Região Sul, com mínimas abaixo de 5 graus

Publicado

em

(Foto: Andressa Trentin/OP)

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) divulgou a previsão do tempo para os próximos dias, indicando chuvas intensas e queda significativa nas temperaturas em diversas regiões do Brasil.

Entre 27 de maio e 12 de junho de 2024, algumas áreas enfrentarão precipitações expressivas, enquanto outras terão um clima seco e quente.

Tempo até dia três de junho

Segundo o Inmet, a Região Norte será a mais impactada pelas chuvas. A combinação de calor e alta umidade resultará em pancadas de chuva que podem ultrapassar 60 milímetros, especialmente no Amazonas, Pará, Roraima e Amapá. Outras áreas da região também podem registrar chuvas isoladas com acumulados menores.

No Nordeste, a partir de 28 de maio, os estados do Rio Grande do Norte, Paraíba e Pernambuco devem receber chuvas significativas. O transporte de umidade do oceano para o continente impulsiona esse cenário. No interior do Nordeste, o clima permanecerá quente e seco.

A previsão para o Centro-Oeste e Sudeste é de tempo seco, exceto no sul de Minas Gerais, leste de São Paulo, Rio de Janeiro e Espírito Santo, onde um sistema frontal trará chuvas rápidas.

A Região Sul começará a semana com chuvas intensas e ventos que podem superar 60 quilômetros por hora, também devido a um sistema frontal. A partir de 29 de maio, o tempo deve melhorar, com previsão de céu claro e queda nas temperaturas, especialmente no início da semana.

Confira onde vai chover

Para a semana entre quatro e 12 de junho, o Inmet prevê volumes de chuva superiores a 70 milímetros no norte da Região Norte e na costa leste da Região Nordeste. No noroeste do Amazonas, norte do Pará, oeste do Acre, Roraima e Amapá, os acumulados podem superar 60 milímetros. Em outras áreas, os volumes serão inferiores a 30 milímetros.

No Nordeste, pancadas de chuva podem ultrapassar os 60 milímetros.

Chuvas isoladas são esperadas entre Maranhão e Rio Grande do Norte, enquanto o interior continuará seco e quente. O Centro-Oeste e o Sudeste terão tempo seco e quente, exceto no Espírito Santo, onde ocorrerão chuvas rápidas de até 30 milímetros. No Sul, o tempo será seco e quente, exceto no extremo sul do Rio Grande do Sul, que terá chuvas rápidas.

Inmet diz que vai esfriar veja quando

As temperaturas máximas no período podem superar os 30 graus na parte central do país, abrangendo áreas das Regiões Norte e Nordeste.

No dia dois de junho, o Nordeste, Mato Grosso, Tocantins e Pará terão temperaturas próximas aos 36 graus.

Na faixa leste até a Região Sul, as máximas serão mais amenas, não ultrapassando 30 graus.

As mínimas poderão ser superiores a 24 graus nas Regiões Norte e Nordeste. Em áreas da Bahia e centro-sul do país, as mínimas podem ser inferiores a 20 graus.

No dia 29 de maio, mínimas abaixo de 19 graus são esperadas em Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro e centro-sul do Mato Grosso, Goiás, Distrito Federal e Mato Grosso do Sul.

A passagem de uma massa de ar fria associada a um sistema frontal pode provocar queda nas temperaturas na Região Sul, com mínimas abaixo de cinco graus em áreas serranas e possibilidade de geada entre 29 e 30 de maio.

O Inmet recomenda acompanhar as atualizações da previsão do tempo e avisos meteorológicos especiais através de seu site e redes sociais para se manter informado sobre as condições climáticas.

Com Canal Rural

Clique aqui e participe do nosso grupo no WhatsApp

Copyright © 2017 O Presente