Copagril
Geral "Pensar e Agir"

Livro reunindo artigos do ex-deputado Sperafico chega à 15ª edição

O livro "Pensar e Agir" chega na 15ª edição consecutiva (Foto: Divulgação)

O ex-deputado federal e ex-chefe da Casa Civil do Governo do Estado, Dilceu Sperafico, já está distribuindo às bibliotecas públicas, educandários, veículos e profissionais de comunicação e demais interessados, de Toledo e região, a 15ª edição consecutiva do livro “Pensar e Agir”, com edição da Secretaria Especial de Editoração e Publicações do Senado Federal, de Brasília.

A exemplo das 14 edições anteriores, a publicação reúne artigos semanais, pronunciamentos, propostas e outras manifestações do então parlamentar, distribuídos e publicados em centenas de veículos de comunicação de todo o Paraná, desde 2005, quando foi lançada a primeira edição da obra.

Os artigos produzidos ao longo das 52 semanas de cada ano, abordam temas relacionados às bandeiras defendidas pelo então parlamentar, com destaque para o agronegócio e o municipalismo, além de assuntos do interesse da população urbana e rural e informações sobre projetos apresentados e posições tomadas na Câmara dos Deputados e Congresso Nacional.

Os textos, frutos de pesquisas e elaboração do assessor de comunicação social, escritor, poeta e jornalista Luiz Alberto M. da Costa, sempre sob orientação, avaliação e aprovação de Sperafico, visaram a transparência na prestação de contas da atividade parlamentar, especialmente na defesa de reivindicações de comunidades representadas em Brasília, ao longo de 24 anos ou seis mandatos consecutivos.

As capas, diagramação e revisão do conteúdo e impressão dos livros foram tarefas desenvolvidas por profissionais do Centro de Documentação e Informação – Coordenação de Publicações, da Câmara dos Deputados, após organização e encaminhamento do conteúdo das obras pelo assessor parlamentar Alan Mota, do Gabinete de Brasília.

“Escrever um livro e/ou participar de obra coletiva são privilégios restritos a percentual mínimo da população e apresentar e/ou prefaciar esse trabalho literário, ao longo de 15 edições consecutivas, foram também momentos especiais e experiências gratificantes para nós e/ou quem fosse responsável pelas obras”, afirma o assessor Luiz Alberto M. da Costa.

A produção e distribuição do livro, desde o início do projeto foi, na verdade, iniciativa inovadora e corajosa de parte do parlamentar e sua equipe, já que eram inéditas na região e no Estado, tendo por finalidades a preservação e exposição pública do pensamento e propostas do agente político, ao longo de todo o ano anterior ao lançamento de cada publicação.

A própria ideia da produção e distribuição semanal, com dimensão padronizada, em dia pré-determinado e compromisso de regularidade, de artigo de autoria do então deputado, dentro de normas estabelecidas pela maioria dos jornais e revistas do Estado, já foi pioneira e sua aceitação e apoio pelos veículos, trouxe benefícios para todas as partes envolvidas.

Com o respeito aos compromissos assumidos, inclusive quanto à qualidade do conteúdo, os artigos conquistaram a confiança de profissionais da comunicação e a credibilidade de leitores, o que se traduziu em espaços fixos ou não nos veículos e em novos e fiéis observadores, a cada semana, viabilizando a reunião dos textos em livro anual.

Dessa forma, ao mesmo tempo em que prestou contas de sua atuação aos cidadãos representados, Sperafico colaborou com profissionais e veículos de comunicação de todo o Paraná na tarefa democrática da divulgação das ações do poder público e da atuação da representação política estadual no Congresso Nacional.

Sperafico, vale acrescentar, sempre esteve entre os parlamentares mais assíduos do Congresso Nacional, segundo levantamentos realizados pela imprensa especializada. Foi apontado como um dos melhores e mais atuantes deputados federais do Paraná, além de estar entre os que mais recursos da União canalizaram para os municípios.

Graças à sua atuação destacada, consolidou imagem de uma das novas e mais influentes lideranças políticas do Estado. Na defesa dos interesses do Paraná, dos municípios e do agronegócio, sempre manteve cordiais relações com autoridade federais e estaduais, incluindo ministros do Governo Federal e governadores do Estado.

Graças ao repasse voluntário de recursos federais aos municípios, consolidou conquistas e realizações que transformaram Toledo e diversos outros municípios das regiões Oeste, Sudoeste, Noroeste e Centro-Oeste do Estado, fazendo do então parlamentar exemplo de comprometimento com as aspirações, interesses e prioridades das comunidades que representou em Brasília.

 

História política

Sperafico concorreu a cargo eletivo pela primeira vez em 1994, elegendo-se deputado federal, com 57.157 votos. Conquistou novos mandatos nas eleições de 1998, 2002, 2006, 2010 e 2014, obtendo 78.540, 106.924, 116.652, 107.820 e 151.930 votos, respectivamente. Nos dois últimos pleitos, foi o deputado federal mais votado no Oeste do Paraná.

Em 25 de fevereiro 2016 reassumiu o cargo de presidente do Diretório Estadual do Partido Progressista (PP), do Paraná, com mandato de quatro anos, função que já havia exercido entre os anos de 2003 e 2007. Entre 2007 e 2009, foi coordenador da Bancada Federal do Paraná, composta de 30 deputados federais e três senadores, de diversas agremiações partidárias.

Entre 1999 e 2000 presidiu a Comissão de Agricultura da Câmara dos Deputados, depois de haver sido vice-presidente, da qual foi membro titular, a exemplo de diversas outras comissões permanentes e especiais.

Em 2018 voltou a assumir o cargo de presidente da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural, da Câmara dos Deputados. A comissão reúne 52 membros titulares e o mesmo número de suplentes.

Em nível de Congresso Nacional, em 2005 assumiu a presidência da Frente Parlamentar da Agricultura, integrada por 114 deputados federais e 12 senadores. O colegiado é formado por 234 deputados federais e 27 senadores, desde sua criação em 1995, como Frente Parlamentar da Agricultura. Sperafico foi o primeiro político paranaense a assumir a presidência do colegiado, com mandato de um ano.

Integrou a Frente Parlamentar Cooperativista e a Frente Parlamentar da Radiodifusão, entre outros blocos parlamentares. Foi um dos representantes do Congresso Nacional no Parlamento do Mercosul (Parlasul) e no Parlamento Latinoamericano (Parlatino).

Entre as missões internacionais cumpridas, estiveram audiência no Vaticano e visita à base militar brasileira na Antártida, além de participação pessoal na conquista do Campeonato Mundial Interclubes do Grêmio, no Japão, entre outras iniciativas.

Em 18 de abril de 2018 solicitou licença da Câmara dos Deputados, por tempo indeterminado, e no dia seguinte assumiu a chefia da Casa Civil do Governo do Estado, a segunda principal função do atual Executivo do Paraná.

Neste novo desafio manteve suas convicções de defender os interesses e priorizar investimentos no municipalismo e no agronegócio, levando em consideração os interesses da população e a promoção do desenvolvimento econômico e humano do Estado e do País.

Em 31 de outubro de 2018, Sperafico pediu exoneração do cargo de chefe da Casa Civil do Paraná. Deixou a função no Estado para retornar à Câmara dos Deputados, pois em Brasília, desejava participar dos debates finais de votações de emendas parlamentares do atual exercício e também de discussões sobre reformas na atual legislatura no Congresso Nacional.

No dia 13 de novembro, após cumprir suas metas em Brasília,  reassumiu o cargo de chefe da Casa Civil do Governo do Estado, no qual permaneceu até a posse do novo governo, em 1º de janeiro de 2019.

Em reconhecimento ao trabalho desenvolvido, recebeu o  título de Cidadão Honorário do Oeste do Paraná, da Associação dos Municípios do Oeste do Paraná (Amop), em 23 de novembro de 2018, além de já haver sido agraciado com Títulos de Cidadão Honorário de 21 cidades do Oeste, Sudoeste e do Noroeste do Paraná: Toledo, Marechal Cândido Rondon, Nova Santa Rosa, Dois Vizinhos, Missal, Quatro Pontes, Tupãssi, Maripá, Santa Lúcia, Iguatu, Santa Terezinha de Itaipu, Formosa do Oeste, Ouro Verde do Oeste, Terra Roxa, Diamante do Oeste, Pato Bragado, Assis Chateaubriand, São Pedro do Iguaçu, Matelândia e Mercedes.

 

Com assessoria 

TOPO