Ecoville – Maior rede de limpeza
Ford Show Rural
Geral Desde dezembro

Pescadores continuam sem receber seguro defeso

Foto: Reprodução

Pescadores de Foz do Iguaçu e região continuam sem receber o seguro defeso, um benefício pago aos profissionais durante a piracema. Hoje (05) eles foram mais uma vez junto ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) atrás de uma explicação.
Os pescadores chegaram bem cedo, mas não fizeram um protesto, pois preferiram pegar senhas para atendimento individual, ao mesmo tempo tentando marcar uma reunião com a direção do INSS na cidade de fronteira.
O seguro defeso, no valor de um salário-mínimo, devia ter sido pago desde dezembro, mas nenhuma parcela foi depositada. Sem dinheiro, os pescadores acumulam as contas e muitos já têm dificuldades para conseguir comida para a família. Os profissionais da pesca também estão preocupados com os filhos que estão voltando às aulas nesta semana.
Para os pescadores, o INSS diz que cada caso precisa ser estudado com cuidado. Um dos motivos alegados pelo Instituto para o não pagamento é a falta da contribuição previdenciária. Também existem problemas com a documentação.
A demora no pagamento do seguro defeso acontece todos os anos, mas desta vez o atraso na liberação está bem acima do esperado. Procurada, a direção do INSS informa apenas que os casos estão em análise. A piracema termina no próximo dia 28.

(Com informações Catve)

Casa do eletricista MINIESCAVADEIRA
TOPO