Marechal Hospital de Campanha

Alunos da área de saúde poderão atuar em Marechal Rondon no combate ao coronavírus

(Foto: Divulgação)

O governo federal, por meio do Ministério da Saúde, criou o programa “O Brasil conta comigo”, para que estudantes da área de saúde possam atuar em municípios no enfrentamento ao coronavírus. Em Marechal Rondon, por exemplo, eles atuarão no hospital de campanha, que está em fase de instalação no centro de eventos.

De acordo com a secretária de Saúde, Marciane Specht, o município necessitará de início no mínimo oito médicos, 16 enfermeiros, 48 técnicos de enfermagem e quatro farmacêuticos. “Não haverá um teste seletivo. Os primeiros a se inscrevem para Marechal Rondon, garantirão as vagas. Há possibilidade de haver necessidade de um número ainda maior de profissionais”, explica.

Casa do Eletricista – TORNEIRAS ELÉTRICAS

Os participantes do programa federal atuarão juntamente com profissionais de saúde que já trabalham pela municipalidade.

 

QUEM PODE PARTICIPAR?

Podem participar alunos matriculados em instituições de ensino superior, públicas e privadas, que integram o sistema federal de ensino, cursando o 5° e 6° ano de Medicina, além de alunos do último ano dos cursos de graduação em Enfermagem, Fisioterapia e Farmácia. Os estudantes deverão reforçar de forma prioritária a atuação na Atenção Primária à Saúde do SUS.

Os participantes terão direito a uma bonificação, que incluem o recebimento de uma bolsa, enquanto durar a medida, de acordo com a carga horária do estágio supervisionado – de 40 horas no valor de um salário mínimo (R$ 1.045) e de 20 horas no valor de meio salário mínimo (R$ 522,50). O pagamento será feito pelo Ministério da Saúde.

Nesses casos, ainda receberão 10% de pontuação no ingresso em programa de residência do Ministério da Saúde, no prazo de dois anos, além de certificado de participação. O Banco do Brasil apoiará a iniciativa do Ministério da Saúde, disponibilizando solução 100% digital para o pagamento das bolsas dos estudantes.

Os alunos do 1° ao 4° ano dos cursos de Medicina e os alunos dos cursos de Farmácia, Fisioterapia e Enfermagem que não estejam cursando o último ano também poderão participar da iniciativa. Nesses casos, poderão obter desconto em mensalidade concedida por instituição de ensino superior privada a que esteja vinculado.

Todos os alunos serão supervisionados por profissionais de saúde de suas respectivas áreas. Os alunos chamados por edital farão parte de um cadastro vinculativo, com caráter de compromisso para futuro recrutamento, conforme a necessidade dos gestores do SUS, considerando o atual contexto de emergência em saúde pública de importância internacional e nacional.

 

PASSO A PASSO PARA O CADASTRO

O cadastro dos alunos poderá ser feito via endereço eletrônico http://sgtes.unasus.gov.br/apoiasus/, com o preenchimento da “Ficha do Aluno”. Ao ser chamado, por meio de correspondência eletrônica, o aluno deverá se apresentar em até 48 horas no estabelecimento de saúde indicado. Os estudantes também poderão atuar nas áreas de clínica médica, pediatria e saúde coletiva, de acordo com as especificidades de cada curso.

 

Com assessoria

 

Clique aqui e participe do nosso grupo no WhatsApp

TOPO