Marechal

Alunos rondonenses ocupam colégio em ato contra a reforma do ensino médio

 

Divulgação/Facebook

 

Cerca de 30 colégios no Paraná estão ocupados por alunos contra a medida provisória que prevê a reforma do ensino médio. O levantamento foi feito pela União Paranaense dos Estudantes Secundaristas.

Além da medida provisória, os estudantes também apresentam reivindicações próprias, como reformas e direitos dos professores.

Casa do Eletricista – Clorador Agosto

Em Marechal Cândido Rondon, os alunos do Colégio Estadual Frentino Sackser realizam um protesto desde a noite de ontem (6). Os estudantes passaram a noite nas dependências do educandário.

Além da medida do Governo Federal, os estudantes também protestam contra o Governo do Paraná.

Faixas e cartazes foram distribuídos no colégio que foi ocupado pelos alunos.


Reforma do Ensino Médio

A medida provisória foi lançada no dia 23 de setembro e ainda terá de ser aprovada em até 120 dias pela Câmara e pelo Senado, caso contrário, perderá o efeito.

A primeira mudança importante determinada pela medida provisória é que o conteúdo obrigatório será diminuído para privilegiar cinco áreas de concentração: linguagens, matemática, ciências da natureza, ciências humanas e formação técnica e profissional.

O segundo destaque da reforma será o aumento da carga horária. Ela deve ser ampliada progressivamente até atingir 1,4 mil horas anuais. Atualmente, o total é de 800, de acordo com o MEC.

Com a medida, a intenção do Ministério da Educação é incentivar o ensino em tempo integral, e para isso prevê programa específico com R$ 1,5 bilhão para incentivar que escolas adotem o ensino em tempo integral.

 

Divulgação/Facebook
Divulgação/Facebook
Divulgação/Facebook
Divulgação/Facebook
Divulgação/Facebook

TOPO