Marechal

Cercar faz história ao inaugurar primeira usina hidrelétrica

Drone Marechal

Pequena Central Hidrelétrica Moinho, no distrito de Novo Três Passos, em Marechal Rondon

O dia 27 de março de 2015 entra para a história da Cooperativa de Eletrificação e Desenvolvimento Econômico de Marechal Cândido Rondon, a Cercar. Responsável por garantir a distribuição de energia elétrica para indústrias e unidades rurais consumidoras da região nos últimos 42 anos, a cooperativa vai reduzir a compra de energia de outras fornecedoras, já que hoje começa a operar oficialmente em Marechal Rondon a primeira hidrelétrica da Cercar. O investimento que levou 12 anos para sair do papel inicia uma nova fase da cooperativa, que passa a produzir quatro megawatts, o suficiente para atender aproximadamente 75% da demanda de seus associados.

O penoso e burocrático trabalho feito especialmente na última década por uma equipe multidisciplinar da cooperativa e de terceirizados garantiu uma obra ambiental e socialmente correta, além de altamente produtiva e moderna. A usina, denominada PCH (Pequena Central Hidrelétrica) Moinho, funciona totalmente automatizada, por isso a interferência humana é quase nula.

Casa do Eletricista – TORNEIRAS ELÉTRICAS

A conquista de hoje começou a ser criada há cerca de 12 anos, conta o presidente da Cercar, Alcino Biesdorf. Nossa atividade é compra e distribuição de energia elétrica. Como não tínhamos geração própria, percebermos que no futuro teríamos dificuldades para atender todo nosso quadro social. Foi então que decidimos começar os estudos para ter nossa própria usina geradora, lembra Biesdorf.

Leia a matéria completa na edição impressa de hoje

TOPO