Copagril
Marechal Troca de experiência

Comitiva da Alemanha vem a Marechal Rondon conhecer o trabalho do Capa

Comitiva da Alemanha, membros do Capa e demais líderes da região que fizeram visitas in loco (Foto: O Presente)

O Centro de Apoio e Promoção da Agroecologia (Capa) de Marechal Cândido Rondon recebeu, na última quarta-feira (02), uma comitiva da Evangelisch – Lutherische Kirche in Bayern (ELKB), ou Igreja Evangélica Luterana de Baviera, na Alemanha.

Em uma recepção calorosa, a comitiva formada por Dorothea Droste, Oberkirchenrat Michael Erich Walter Martin, Susanne Henninger e Kirchenrat Hans-Martin Gloël, integrantes do Departamento de Ecumenismo e Vida Eclesiástica – ELKB, e ainda o pastor Friederike Deeg (Mission EineWelt – ELKB) e Walter Schnell (concílio – ELKB) foi recebida pela equipe do Capa, somada a líderes da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB) e presidentes da Associação Central dos Produtores Rurais Ecológicos (Acempre) de Marechal Cândido Rondon e região.

Casa do Eletricista ESCAVAÇÕES

O encontro entre a ELKB e o Capa se deu no simpósio “Agrotóxicos e a Criação de Deus”, que aconteceu em Foz do Iguaçu. Na ocasião, Vilmar Saar discursou sobre o Capa de Marechal Rondon, sua função de promover a agroecologia e incentivar assentados da reforma agrária, comunidades indígenas e pescadores da região do Lago de Itaipu a praticá-la. Sabendo deste importante papel social, a comitiva de Baviera se interessou pelo trabalho realizado e veio ao município rondonense conhecer o Capa.

 

Kirchenrat Hans-Martin Gloël, do Departamento de Ecumenismo e Vida Eclesiástica – ELKB: “É interessante estar aqui para ver como as pessoas trabalham na terra, qual a relação delas com a terra e com o meio ambiente” (Foto: O Presente)

 

OBJETIVOS

A visita ao Brasil teve a intenção de reunir a IECLB e a ELKB para discutir questões internas da igreja, a formação do pessoal, projetos e também um tema específico. Esta consulta, em especial, possuía a temática “Ecologia e o Cuidado com a Criação”.

Kirchenrat Hans-Martin Gloël, do Departamento de Ecumenismo e Vida Eclesiástica – ELKB, destaca a importância desta discussão. “Atualmente, estamos utilizando mais da terra do que ela poderia nos fornecer e, agindo de tal modo, estamos vivendo às custas das gerações futuras. Nós, como pessoas cristãs, devemos ter responsabilidade com aqueles que vêm depois de nós e um cuidado especial com todos os seres vivos”, defende.

 

PROGRAMAÇÃO

Após a recepção e a apresentação do grupo e de todos os presentes, a comitiva conheceu a equipe, as instalações e o funcionamento do Capa. Posteriormente, os alemães foram até o laboratório de homeopatia do Capa, onde receberam informações a respeito de seus usos e práticas na agricultura, assim como a recepção deste método terapêutico por parte dos produtores rurais locais e sociedade.

A comitiva visitou ainda o Moinho Ecológico Família Gabe Ltda, no distrito de Margarida, a fim de vislumbrar como se proporciona agregação de valor aos produtos das famílias.

Com um dia movimentado, o grupo ainda passou pela propriedade de Livar e Marlisi Kaiser, na Linha Belmonte, para conhecer a agricultura orgânica e suas particularidades; e foi ate a Acempre de Marechal Rondon para ver como os associados comercializam seus produtos orgânicos, ecológicos e coloniais, em uma escala microrregional.

Concluída a agenda de visitas, a comitiva da ELKB retornou para a Alemanha na quinta-feira (03).

 

Coordenador do Capa de Marechal Rondon, Vilmar Saar: “Esta já é a terceira comitiva que recebemos este ano. Muitas trocas de conhecimento estão sendo feitas aqui, o que é muito produtivo” (Foto: O Presente)

 

O Presente

TOPO