Ecoville – Maior rede de limpeza
Marechal Isenção

Cooperativas de crédito rondonenses não vão cobrar tarifa para uso do cheque especial

Diretor de Negócios do Sicoob Marechal, Edison Dechechi: “Entendemos que o melhor é não cobrar. Isso é um diferencial para o nosso cooperado, por estar inserido na cooperativa” (Foto: O Presente)

Entrou em vigor no último dia 06 uma normativa do Banco Central acerca das taxas que tangem o famoso e temido cheque especial, que é um limite disponibilizado na conta-corrente do cidadão para quando não houver saldo suficiente para cobrir o pagamento de contas, cheques, saques em dinheiro. O cheque especial é o crédito com a maior taxa de juros no ramo financeiro, e assombra a vida de muitos brasileiros.

Com a nova normativa, as instituições financeiras estão autorizadas a cobrar uma taxa do cliente que utilizar o crédito. A tarifa máxima é de 0,25% sobre o limite de crédito utilizado que superar R$ 500. Contudo, a ação é facultativa e cabe às instituições decidirem pela cobrança ou não. Dos grandes bancos brasileiros, apenas o Santander anunciou que vai cobrar a tarifa, pelo menos nesse primeiro momento.

Casa do eletricista MINIESCAVADEIRA

Além da polêmica taxa de utilização, a nova regra definiu que a taxa de juro do cheque especial reduzisse de 12,4% ao mês, em média, para o máximo de 8% ao mês.

As cooperativas de crédito com sede em Marechal Cândido Rondon também fazem parte das novas regras, mas anunciaram ao O Presente que não vão adotar a cobrança da taxa, bem como os percentuais praticados pelas mesmas.

 

Diretor de Negócios da Sicredi Aliança PR/SP, Gilson Metz: “Com essa normativa quem ganha são os associados das instituições, e os associados da Sicredi Aliança PR/SP não precisam se preocupar, pois vamos isentar essa tarifa” (Foto: Arquivo/OP)

 

SICREDI ALIANÇA PR/SP

Segundo o diretor de Negócios da Sicredi Aliança PR/SP, Gilson Metz, a instituição adotou por opção a política de não cobrar a tarifa adicional permitida pela nova resolução do Banco Central. “Foi uma opção nossa de não fazer a cobrança dos nossos associados. Na Sicredi Aliança PR/SP o associado não precisa ter essa preocupação, por iremos isentar essa tarifa”, reforça.

Em relação aos juros, Metz informa que o Sicredi se adequou à nova resolução. “As taxas de juro do cheque especial estão todas abaixo de 8% e nós trabalhamos com uma precificação conforme o perfil financeiro de cada associado, então essas taxas variam e estão todas abaixo de 8%. Com essa normativa, quem ganha são os associados das instituições”, considera.

 

SICOOB MARECHAL

O diretor de Negócios do Sicoob Marechal, Edison Luiz Dechechi, diz que a cooperativa teve um olhar especial para com o associado e resolveu abolir a taxa. “Como ficou facultativo para os bancos, cada um avaliou o que seria melhor. Nós, enquanto cooperativa, entendemos que o melhor é não cobrar. Isso é um diferencial para o nosso cooperado, por estar inserido na cooperativa”, ressalta.

Ele informa que o Sicoob vai reduzir a taxa do cheque especial, que será de 7,99% para contas pessoa física. “Independente se for cliente novo ou cliente antigo, a taxa que vamos trabalhar é a de 7,99%”, enaltece.

 

Diretor de Negócios do Sicoob Marechal, Edison Dechechi: “Entendemos que o melhor é não cobrar. Isso é um diferencial para o nosso cooperado, por estar inserido na cooperativa” (Foto: O Presente)

 

O Presente

TOPO