Marechal

Culto ecumênico e show gospel encerram a Expo Rondon 2017

O feriado que marca os 57 anos de emancipação político-administrativa de Marechal Cândido Rondon poderá ser festejado com o fechamento da Expo Rondon 2017.

Diferentemente dos outros anos, quando a programação da festa encerrava com a Festa Nacional do Boi no Rolete, realizada tradicionalmente no domingo próximo ao feriado municipal, neste ano o Poder Público quis valorizar ainda mais a data comemorativa e retirou a programação da quinta-feira, estendendo para segunda e terça-feira.

Casa do Eletricista – TORNEIRAS ELÉTRICAS

Ontem (24), o público que passou pelo Parque de Exposições Alvaro Dias pôde acompanhar, na 31ª Expopecuária, o julgamento de pista, classificação e premiação de animais pela Associação Paranaense de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa (Apcbrh). A Expomar também esteve aberta para o público, mas o ponto alto da programação foi a tarde alemã com clubes de idosos e o 1º concurso de valsa para casais da terceira idade. “Inicialmente o sentimento era de muita apreensão para termos uma festa de sucesso, mas até aqui estamos convictos que fizemos as escolhas certas. Até este momento a festa é um sucesso, estou muito feliz”, declara o prefeito Marcio Rauber.

Na visão do dirigente municipal, muito perto do que foi planejado pelas equipes envolvidas na organização do evento saiu a contento e ele espera que hoje (25), último dia de festividade, também transcorra com tranquilidade e satisfaça o desejo da comunidade e dos visitantes.

 

Valorização local

Com pouco mais da metade dos expositores da 37ª Feira da Indústria, Comércio, Prestação de Serviços e Máquinas Agrícolas (Expomar) genuinamente rondonenses, Rauber afirma que o fato de os empresários locais apostarem no evento mostra que eles veem a Expo Rondon como uma vitrine, todavia, o trabalho da organização será para que o número de expositores rondonenses aumente ainda mais. “Temos que trabalhar para aumentar a participação das empresas locais e valorizá-las, pois são elas que geram impostos e que proporcionam empregos para a nossa gente”, ressalta. 

O vice-prefeito Ilario Hofstaetter também enaltece que, acima da organização da festa, é preciso valorizar as pessoas que se envolvem nos eventos da programação e aqueles que visitam a Expo Rondon e fazem o evento acontecer. “Desde a abertura na sexta-feira (21) com o rodeio, que foi um dos melhores já realizados no município, a participação da comunidade na programação de sábado (22), no domingo (23) com a Festa do Boi no Rolete, que conta com as equipes que se empenham em organizar os boxes para assar os bois, precisam ser valorizados. Nós melhoramos, mas queremos melhorar ainda mais na próxima edição”, pontua.

O resultado da mudança da programação para segunda e terça-feira só poderá ser observado ao fim da festa, porém, Hofstaetter lembra que muitas vezes o sucesso de negócios dos expositores não é alcançado durante o evento. “Muitas empresas projetam negócios aqui e isso também pode ser considerado um êxito para nós”, expõe.

 

Expo Rondon 2018

Mesmo com os bons resultados, Rauber avalia ser “preliminar” falar sobre o evento do próximo ano. Entretanto, uma reunião já está agendada para a segunda-feira (30) com a Comissão Central Organizadora. “Precisamos ouvir as pessoas que organizaram cada um dos setores da festa para fazermos leituras. Eu participo como ouvinte, entro para discutir e lá na frente planejar”, diz. “Me propus a fazer uma gestão democrática e não existe maneira diferente de fazer se não ouvindo aqueles que estiveram à frente de cada um dos eventos”, completa.

TOPO