Copagril – Sou agro com orgulho
Marechal Meio ano de imunizações

Em seis meses, 31.654 vacinas contra Covid-19 foram aplicadas em Marechal Rondon; 13% dos rondonenses não buscaram a dose de reforço

(Foto: O Presente)

Exatamente seis meses depois da primeira vacina contra a Covid-19 ser aplicada em Marechal Cândido Rondon, 8.516 pessoas concluíram o esquema vacinal, sendo que 7.461 rondonenses tomaram as duas doses do imunizante e 1.055 receberam a dose única. Ao todo, 31.654 vacinas contra a Covid-19 foram aplicadas no município, ou seja, 23.138 munícipes receberam a primeira dose. Os dados constam na última atualização da Secretaria de Saúde, sexta-feira (16).

Casa do Eletricista – Energia Solar

 

IMUNIZADOS

Entre as mais de oito mil pessoas que cumpriram o esquema vacinal contra o coronavírus em Marechal Rondon, o grupo que lidera o ranking de imunizados é o de rondonenses entre 65 e 69 anos (1.928 segundas doses aplicadas), seguido pelos idosos entre 70 e 74 anos (1.511 segundas doses aplicadas) e, em terceiro, os profissionais de saúde (1.308 segundas doses aplicadas).

Nied 2021 D

Entre o grupo de munícipes com comorbidades, das 1.720 pessoas vacinadas com a primeira dose, apenas dez estão completamente imunizadas, sendo que nove receberam a dose reforço e uma foi imunizada em dose única.

A vacina Janssen, aplicada em apenas uma dose, chegou ao braço de 1.055 rondonenses. A população geral, entre 59 e 39 anos, representa o grupo que mais recebeu este imunizante (645 doses aplicadas), seguido pela classe dos caminhoneiros e trabalhadores do transporte coletivo rodoviário (382 doses aplicadas).

 

PRIMEIRA DOSE

Entre as mais de 23 mil pessoas que receberam a primeira dose do imunizante, seja da vacina Oxford/AstraZeneca, Coronavac ou Pfizer/BioNTech, o grupo à frente na corrida da imunização é o da população geral, de 59 a 39 anos, com 9.152 aplicações, seguido pela faixa etária dos 60 aos 64 anos, com 2.614 primeiras doses aplicadas, e o de pessoas entre 65 e 69 anos, com 2.138 primeiras doses aplicadas. Os dados da Secretaria de Saúde mostram que crescente aplicação de doses corresponde aos grupos etários mais populosos.

 

PROCURA PELA 2ª DOSE

Apesar da ampla procura pela primeira dose, com filas vultuosas cercando os pontos de vacinação nas primeiras horas de aplicação, há casos de rondonenses que não procuraram a segunda dose quando se cumpriu o período indicado. “Calcula-se um percentual de 13,95% das faixas etárias e grupos prioritários que realizaram a primeira dose e deixaram de buscar a dose de reforço”, relata ao O Presente a secretária interina de Saúde de Marechal Rondon, Luana Borth.

O grupo com maior número de faltantes a completar o esquema vacinal é um dos prioritários, com população estimada em 3.655 pessoas. “Até o momento, a faixa etária que menos procurou sua dose de reforço é entre 65 e 69 anos, sendo um total de 210 pessoas que não procuraram novamente um ponto de vacinação”, lamenta, emendando: “Somente com a segunda dose você estará protegido, por isso não deixe de completar o esquema vacinal”.

Secretária interina de Saúde de Marechal Rondon, Luana Borth: “Temos registrado fatos isolados de desistência de vacinação quando a pessoa toma conhecimento da marca que está sendo aplicada” (Foto: Divulgação)

 

600 APLICAÇÕES POR DIA

Há quem atribua a rápida diminuição na idade dos vacinados contra Covid-19 a uma suposta não procura pela vacina, o que é refutado pela secretária interina: “Isso não procede”. Segundo ela, o avanço nas faixas etárias se dá conforme o recebimento de doses.

“Atualmente, são vacinadas mais de 600 pessoas por dia, chegando muito próximo ao censo populacional estimado para cada faixa etária e, além disso, abrange pessoas de faixas etárias contempladas anteriormente que procuram com frequência os pontos de vacinação”, informa.

 

SOMMELIER DE VACINA

Conhecidos como sommeliers de vacina, um fenômeno percebido durante a vacinação são pessoas que desejam escolher com qual imunizante vão se vacinar. Em Marechal Rondon, o comportamento é pouco percebido pela Secretaria de Saúde. “Temos registrado fatos isolados de desistência de vacinação quando a pessoa toma conhecimento da marca que está sendo aplicada”, pontua Luana, emendando que algumas pessoas demonstram curiosidade ou questionamento sobre qual marca será aplicada antes de se dirigirem ao ponto de vacinação

A secretária interina reforça que, independente do fabricante ou da tecnologia utilizada, os imunizantes tiveram sua eficácia igualmente aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e são seguros. “As vacinas salvam vidas, por isso quando chegar a sua vez de se vacinar não escolha a vacina”, orienta.

Até o momento, o imunizante mais recebido e aplicado no município é o da AstraZeneca. “Até a presente data (ontem, 19), 12.335 doses dessa vacina foram recebidas para aplicação da primeira dose”, informa.

Em média, Secretaria de Saúde calcula a aplicação de 600 doses de vacinas por dia em Marechal Rondon (Foto: O Presente)

 

REAÇÕES À VACINA

A vacina gera, por vezes, sintomas após a aplicação, mas, de acordo com Luana, Marechal Rondon não teve complicações mais graves como reação aos imunizantes até o momento. “Sintomas como dor no local da injeção, cansaço, febre e dores de cabeça variam em cada pessoa. Em alguns nada acontece, mas mesmo quando surgem reações são de forma leve e tendem a sumir em poucos dias”, assegura.

Movimentação nos pontos de vacinação é intensa. Atualmente, população em geral recebe a imunização no Parque de Exposições e na estação rodoviária (Foto: O Presente)

 

CRONOGRAMA DE VACINAÇÃO

A vacinação contra o coronavírus é organizada em Marechal Rondon a partir do momento em que a administração pública recebe o relatório com o quantitativo de doses a serem recebidas pela Secretaria de Estado de Saúde, por meio da 20ª Regional de Saúde.

“O Setor de Epidemiologia, em conjunto à Secretaria de Saúde, define o cronograma de vacinação. Como as doses geralmente são recebidas semanalmente, o cronograma elaborado também é semanal”, explica a secretária interina.

O município conta com dois pontos de vacinação, sendo o Parque de Exposições e a estação rodoviária. “Mantemos um cronograma fixo para aplicação de segunda dose nas segundas, quartas e sextas-feiras, das 08 às 13 horas, no Parque de Exposições”, destaca Luana.

Hoje (20), a vacinação se estende para pessoas com 37 anos ou mais, das 16 às 20 horas nos dois pontos de aplicação. No momento da imunização, é necessário apresentar cartão SUS, documentos pessoais (CPF ou RG) e cartão de vacina, se possuir.

 

O Presente

Clique aqui e participe do nosso grupo no WhatsApp

TOPO