Copagril
Marechal "Dedo da oposição"

“Empresário que assina o pedido não tem a menor condição intelectual e jurídica de redigir um pedido como aquele”

Advogado Marcio Berti, que defende o vereador afastado Nilson Hachmann: “O empresário que assina o pedido não tem a menor condição intelectual e jurídica de redigir um pedido como aquele” (Foto: Arquivo/OP)

 

O advogado Marcio Berti, que defende o vereador rondonense Nilson Hachmann (PSC), afastado do mandato por decisão judicial, declarou ao Jornal O Presente que tudo que envolve o caso do parlamentar e de seu filho tem conotação política. “E isso ficou muito evidente agora com esse pedido de cassação sem qualquer fundamento em relação ao prefeito Marcio Rauber (DEM)”, justifica.

O defensor diz que basta ligar os fatos. Isto porque, segundo ele, há envolvimento de assessores e vereadores de oposição na notícia que foi apresentada ao Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), que culminou com a realização de uma recente operação no município. “Com a deflagração da operação, são instaurados na Câmara processos de cassação do mandato de Nilson e a CPI das Pedras, tudo visando atingir o prefeito”, declara.

Casa do Eletricista folha LORENZETTI

 

Pedido de cassação

Na semana passada, por sua vez, foi protocolado no Legislativo um pedido de cassação do mandato de Marcio Rauber. “Por trás, obviamente, tem dedo da oposição, já que o empresário que assina o pedido não tem a menor condição intelectual e jurídica de redigir um pedido como aquele. Ao que parece, Ministério Público e Justiça foram e estão sendo usados politicamente. Isso tudo é lamentável”, avalia.

 

O Presente

 

TOPO