Marechal Decisão

Ex-funcionários da Faville devem receber juros e correções até o final de junho

(Foto: Arquivo/OP)

O juiz substituto da Vara Cível e da Fazenda Pública da comarca de Marechal Cândido Rondon, Wesley Porfírio Borel, determinou que os advogados que representam os ex-funcionários da Faville forneçam até o final do mês os dados das contas bancárias para a transferência dos valores correspondentes aos juros e correções monetárias.

Na decisão publicada nesta quarta-feira (20) também fica definido que o Cartório da Vara Cível relacionará os trabalhadores que não possuem advogados para determinar as medidas cabíveis.

Casa do Eletricista – NÃO PAGUE AR

Segundo o despacho, o objetivo é de que os ex-funcionários representados por advogados recebam os valores provenientes de juros e correções monetárias no máximo até o dia 15 de junho, enquanto os ex-trabalhadores sem advogados tenham seus valores pagos a partir desta data.

A estimativa é de que juros e correções somem R$ 5 milhões a em torno de 600 pessoas que trabalharam na Faville, tanto em Marechal Cândido Rondon quanto em outros municípios onde haviam unidades fabris.

De acordo com Leandro Alexandre de Oliveira, um dos ex-funcionários da Faville, com a decisão da Vara Cível e da Fazenda Pública fica cancelada a carreata que seria realizada no próximo sábado (23), em Marechal Rondon.

Clique aqui e confira na íntegra a decisão desta quarta-feira.

 

O Presente

 

Clique aqui e participe do nosso grupo no WhatsApp

TOPO