Copagril
Marechal "Pula Pula"

Gaeco emite nota sobre mandados de prisão e de busca e apreensão em Marechal Rondon; confira

Foto: Cristiano Viteck

 

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Paraná (MP-PR) cumpriu na manhã desta quarta-feira (15) cinco mandados de prisão preventiva e 20 mandados de busca e apreensão em Marechal Cândido Rondon.

Entre os presos está o vereador Nilson Hachmann. Não há informações sobre quem são os demais presos preventivamente. Também foi cumprido um mandado de suspensão do exercício do cargo contra a ex-mulher do vereador que exercia cargo público. Os mandados foram cumpridos em oito residências, nove empresas, um escritório contábil, no setor de licitações da prefeitura e no gabinete do vereador na Câmara.

Casa do Eletricista PISCINAS

A investigação do Gaeco teve início em maio de 2018 e apura crimes praticados por organização criminosa contra a administração pública. O vereador era dono de empresas, registradas em nome de terceiros, que participavam de licitações do Município, burlando assim a proibição de contratação com o setor público.

As empresas atuam em áreas diversas, como obras públicas (pavimentação rural), prestação de serviços e transporte escolar.

 

O Presente com MP

 

 

TOPO