Marechal

Justiça no Bairro atende quatro mil pessoas

Pelo menos quatro mil pessoas foram atendidas com a prestação de serviços gratuitos nas áreas jurisdicional, de assistência social, saúde, lazer e cultura durante o programa Justiça no Bairro Sesc Cidadão, realizado no último fim de semana no Centro de Eventos, em Marechal Cândido Rondon.

A ação foi uma iniciativa do Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR) em parceria com o Sistema Fecomércio Sesc Senac e com as prefeituras dos seis municípios da comarca rondonense com objetivo de atender a população de baixa renda que se encontra em situação de vulnerabilidade social, com foco na inclusão social.

Casa do Eletricista – TORNEIRAS ELÉTRICAS

De acordo com o gerente do Sesc, Júnior Bifon, entre quatro e cinco mil pessoas foram atendidas direta e indiretamente durante os dois dias de evento, sexta-feira (30) e sábado (1º). “Foi um sucesso. Esperamos que a desembargadora Joeci Machado Camargo olhe novamente para o nosso município e que no ano que vem traga mais uma vez o projeto pra cá ou uma proposta específica para a região”, diz.

Bifon destaca que a expectativa, de acordo com o que prometeu a desembargadora, é que seja feito um novo “braço” do Justiça Cidadã em Cascavel para que os brasiguaios possam ser atendidos. “Nesta oportunidade, conseguimos apenas orientá-los”, comenta.

 

Recém-casados

O serviço que abriu o Justiça no Bairro foi o casamento coletivo, realizado na sexta-feira. Ao todo, 77 casais de Marechal Cândido Rondon, Mercedes e Nova Santa Rosa celebraram a união matrimonial, em cerimônia presidida pela desembargadora Joeci. 

A ornamentação do Centro de Eventos, local que foi palco do casamento, foi realizada pelos colaboradores do Sesc e do Senac, os casais foram embelezados gratuitamente pela equipe do Senac e a Orquestra de Sopros entoou a melodia de união dos noivos. “Agradecemos a todas as pessoas envolvidas e também aos cartórios e registradores dos três municípios que puderam auxiliar para realizar os casamentos”, destaca o juiz da Vara Cível e da Fazenda Pública da comarca, Luiz Fernando Montini,

Bifon lembra que, dando continuidade ao Justiça no Bairro, 57 casais ainda selarão a união nos cartórios da comarca.

 

Resgate da cidadania

Ao todo, foram expedidos 1.030 Registros Gerais (RG) pelo Instituto de Identificação do Paraná, além de 200 orientações jurídicas pela Vara de Família em 39 procedimentos processuais. “Tivemos ação de alteração de prenome, alvará de levantamento por morte, dois exames de DNA, um divórcio com partilha e 17 sem partilha”, informa Montini.

Na área cível, ele menciona que haviam processos parados desde 2009 aguardando perícia. Ao todo, foram feitas 147 perícias, englobando também atendimento a moradores dos municípios de Palotina e Guaíra, sendo 103 de processos que já tramitavam na Vara Cível e outros 44 de ações do Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres (DPvat). “As perícias do DPvat foram feitas na hora, a audiência na hora, com o advogado da seguradora e o da parte e foi dada a sentença em todos esses processos, ou para procedência ou improcedência. De uma forma ou de outra, é importante resolver esses processos”, enfatiza o magistrado.

O juiz destaca o empenho das pessoas que auxiliaram na prestação dos serviços jurisdicionais, como os voluntários do Instituto de Identificação do Paraná, dos acadêmicos dos cursos de Direito da Universidade Paranaense (Unipar) de Guaíra, da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) e do Instituto Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão (Isepe), ambas de Marechal Rondon, os médicos voluntários que realizaram perícias do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), aos juízes e promotores da comarca rondonense, além dos colaboradores do Sesc/Senac e da desembargadora Joeci Machado Camargo – que trouxe o projeto para o município – que se empenharam para que o evento pudesse se tornar realidade. “São pessoas que demonstraram amor pelo próximo e trabalharam para resgatar a cidadania das pessoas”, enfatiza Montini.

O gerente do Sesc pontua que os resultados mostram que, apesar de Marechal Rondon possuir um IDH alto, há muitas demandas para serem atendidas. “Tem muita coisa para se resolver e que bom que conseguimos adiantar muitas dessas demandas e atender a população vulnerável que precisa de um atendimento específico. No sábado, a última pessoa saiu de lá às 23 horas fazendo atendimento”, relembra, citando que aproximadamente 150 pessoas se envolveram na prestação de serviços à comunidade.

Aviso importante: A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal não é permitida e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato por e-mail.

Rua Minas Gerais, 633 - Centro
Marechal Cândido Rondon - PR
(45) 3254-1842


30/05/2020

Das 23h do dia 30
às 07h do dia 31


Farmácia Rondon
Rua 7 de Setembro, nº 855


30/06/2020

Das 23h do dia 30
às 07h do dia 31


Farmácia Farmamed
Rua Rio de Janeiro, nº 128


30/07/2020

Das 23h do dia 30
às 07h do dia 31


Farmácia Filadélfia
Avenida Írio Jacob Welp, nº 3455, Jardim Primavera


30/08/2020

Das 23h do dia 30
às 07h do dia 31


Farmácia Filadélfia
Rua 7 de Setembro, nº 813


30/09/2020

Das 23h do dia 30
às 07h do dia 31


Farmácia Preço Baixo
Avenida Rio Grande do Sul, nº 674


30/10/2020

Das 23h do dia 30
às 07h do dia 31


Farmácia Saúde
Avenida Rio Grande do Sul, nº 2800


30/11/2020

Das 23h do dia 30
às 07h do dia 31


Farmácia Filadélfia
Avenida Írio Jacob Welp, nº 2277, próxima à UPA


30/12/2020

Das 23h do dia 30
às 07h do dia 31


Farmácia Santa Bárbara
Avenida Maripá, nº 2343
TOPO