Pref. Pato Bragado Natal em Canto 2019
Marechal

Máquinas novas vão impulsionar trabalhos da Secretaria de Viação e Serviços Públicos em Marechal Rondon

 

Mirely Weirich/OP

Secretário de Viação e Serviços Públicos, Jefferson Dahmer: “Provavelmente para o mês que vem a licitação já estará liberada e, além da compra de novos equipamentos, também poderemos recuperar estes que estão parados”

 

Recursos financiados pelo Governo do Estado na ordem de R$ 3 milhões trouxeram a conquista de uma das principais demandas da Secretaria de Viação e Serviços Públicos de Marechal Cândido Rondon: a aquisição de novas máquinas para atender às solicitações da população.

Após a autorização para a obtenção do financiamento por parte do governador Beto Richa no início do mês passado e a posterior autorização do prefeito Marcio Rauber para a aquisição dos equipamentos, o processo de obtenção do maquinário deve ser lento nos próximos meses, tendo em vista a tramitação burocrática. “A expectativa é de que os equipamentos estejam liberados entre agosto e setembro”, estima o secretário de Viação e Serviços Públicos, Jefferson Dahmer.

Casa do eletricista TRATAM. E ACESS.

Além de cinco máquinas pesadas para a pasta, a Secretaria de Agricultura e Política Ambiental também será beneficiada pela aquisição. “Nós receberemos uma pá carregadeira, retroescavadeira, motoniveladora, escavadeira hidráulica e um rolo compressor”, diz.

Conforme o responsável pela pasta, o parque de máquinas rondonense está “sucateado”. O município possui quatro patrolas, mas só duas funcionam. De cinco retroescavadeiras de cinco, só uma está apta a prestar serviços. Das três pás carregadeiras nenhuma está trabalhando e de nove caminhões basculantes, só quatro estão aptos para o uso. “Provavelmente para o mês que vem a licitação já estará liberada e, além da compra de novos equipamentos, também poderemos recuperar estes que estão parados”, garante.

Com a melhora do parque de máquinas, o objetivo da Secretaria de Viação e Serviços Públicos é realizar o recapeamento das estradas de todos os distritos – tanto nas vilas quanto nos agricultores. “Agora não podemos espalhar muitas máquinas porque estamos com poucos equipamentos”, lamenta.

Cronograma

Mesmo com as dificuldades enfrentadas no âmbito de equipamentos, a pasta já tem mostrado resultados com a recuperação da malha viária no centro da cidade e em alguns bairros, onde está sendo realizado um trabalho paliativo. “A malha viária está bastante ruim e desgastada, então conseguimos uma fresa de asfalto com o Governo do Estado e estamos fazendo esse tapa-buracos em alguns bairros com o que temos”, expõe Dahmer.

De acordo com ele, uma das prioridades da secretaria é resolver os problemas das estradas, especialmente no interior do município, que são as mais precárias. Para isso, assim que os novos equipamentos chegarem, um cronograma será montado pela secretaria e todos os distritos serão contemplados por um trabalho de recuperação de estradas. “Depois que fizermos todo o interior, viremos para a sede”, comenta.

 

Perímetro urbano

Ainda neste mês, a expectativa é de que a obra do recape asfáltico entre Marechal Cândido Rondon e o distrito de Margarida seja iniciado nos cerca de 5,5 quilômetros que ainda não receberam a nova camada asfáltica. O investimento para este trecho alcança os R$ 844.615,35 em recursos próprios do Executivo municipal. “Também está em aberto a licitação do recape que será realizado na estrada do Clube Lira, onde as pedras irregulares serão cobertas por uma lâmina asfáltica em aproximadamente 3,5 quilômetros”, destaca o secretário.

Por uma das empresas participantes da licitação ter ingressado com recurso, o processo ainda não foi encerrado, mas a expectativa é de que no próximo mês a obra seja iniciada. Neste trecho, os recursos investidos pelo Poder Público chegam a R$ 591.331,69.

 

Outras demandas

Também responsável pela manutenção da iluminação pública do município, Dahmer destaca que as demandas por trocas de lâmpadas são constantes por parte da população – que devem informar caso verifiquem uma lâmpada queimada em via pública por meio do telefone impresso na conta de luz. O protocolo na Secretaria de Viação e Serviços Públicos pode ser feito via telefone. “Em algumas ruas mais escuras também estamos trocando os braços curtos pelos longos nos postes, o que melhora a iluminação e reflete também na segurança dos transeuntes, isso tanto na sede quanto no interior, menciona.

O secretário enfatiza que a limpeza das bocas-de-lobo, dispositivos que recebem as águas pluviais que correm pelas sarjetas e direcionam-nas à rede coletora, também será reforçada com a aquisição de um caminhão com hidrojateamento, que deve chegar nos próximos 90 dias.

 

Projetos

Com a conquista das máquinas, o próximo objetivo da pasta, de acordo com Dahmer, é adquirir uma área para alocar o parque de máquinas fora do centro da cidade. “Estamos próximos a uma escola, o que, querendo ou não, mesmo com o máximo de cuidado que temos, traz risco às crianças e à população como um todo”, destaca.

Segundo ele, ainda não há nenhuma ideia sobre o local onde os equipamentos poderiam ser alocados, porém já há conversas em andamento com o prefeito, que está analisando o projeto e sinalizou a intenção de retirar as máquinas do centro.

TOPO