Ecoville – Maior rede de limpeza
Ford Show Rural
Marechal Destaque nacional

Marechal Rondon conquista 2ª melhor colocação do Brasil no Projeto Lixão Zero

(Fotos: Divulgação)

O prefeito de Marechal Rondon, Marcio Rauber, participou de solenidade no Palácio do Planalto, no final da tarde desta quarta-feira (12), relativa ao Programa Lixão Zero, da Agência Nacional de Qualidade Urbana. O município rondonense também esteve representado pelo secretário de Coordenação e Planejamento, Reinar Seyboth.

Além do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, também estiveram presentes deputados federais e o presidente da República, Jair Bolsonaro.

Posição de destaque
No total, 1.135 projetos foram inscritos na plataforma de convênios de municípios de todo o país. Destes, apenas 13 foram selecionados pelo Ministério do Meio Ambiente. Conforme edital expedido, o município rondonense atendeu aos requisitos propostos e classificou-se na 2ª colocação geral no país. O 1° lugar coube ao município de Balneário de Piçarras (SC).

Valores
Durante a solenidade, em Brasília, aconteceu o ato de formalização da assinatura do convênio, no valor de R$ 2.321.841,32. O recurso será utilizado para a compra de equipamentos, máquinas e veículos destinados à melhoria da gestão de resíduos sólidos no município. A contrapartida do município é de R$ 46.950,00. O projeto terá duração de 36 meses. “Nosso projeto foi o 2° colocado numa concorrência com projetos de municípios de todo o Brasil. Isso é motivo de muito orgulho e satisfação, o que mostra que estamos no caminho certo”, destacou o prefeito Marcio Rauber.

O projeto
O projeto foi elaborado pela equipe do Departamento de Meio Ambiente da prefeitura, cujo coordenador técnico é o engenheiro ambiental da Secretaria de Agricultura e Política Ambiental, Marcos José Chaves.

O edital divulgado pelo Ministério do Meio Ambiente previa atender a projetos de municípios brasileiros que apresentassem ideias inovadoras e sustentáveis para a gestão de resíduos sólidos. A proposta apresentada pela prefeitura rondonense foi a construção de um pátio de compostagem para os resíduos de poda da arborização urbana, corte de grama, varrição de ruas e também para coleta de resíduos orgânicos domiciliares de um bairro piloto a ser escolhido. Além disso, foi prevista a compra de caminhões para a coleta de resíduos orgânicos e de recicláveis, aquisição de contentores/caçambas para a área central, além de equipamentos para as associações de catadores, como esteiras de triagem, prensas, balanças, campanhas educativas, e outros.

A partir da implementação de todas as ações previstas, a cidade de Marechal Cândido Rondon deverá se tornar referência na gestão dos resíduos e na preservação do meio ambiente.

 

Com assessoria

Casa do eletricista MINIESCAVADEIRA

 

Clique aqui e participe do nosso grupo no WhatsApp

TOPO