Marechal Semana Santa diferente

Marechal Rondon: missas e cultos serão transmitidos pelas redes sociais e rádios

Neste ano, com a necessidade de isolamento social, celebrações em Marechal Rondon serão transmitidas em redes sociais e por emissoras de rádio (Foto: O Presente)

Diferente dos outros anos, em 2020 a Semana Santa tem um novo cenário diante da pandemia do novo coronavírus e do isolamento social. Antes sempre lotadas, agora as igrejas estão vazias. Ainda assim, é possível celebrar a data acompanhando os ritos religiosos das paróquias e comunidades pelas redes sociais ou transmissão em emissoras de rádio.

Conforme o padre Solano Tambosi, da Paróquia Sagrado Coração de Jesus, de Marechal Cândido Rondon, é em momentos como o atual que as transmissões das missas, já realizadas há cerca de seis meses pela Matriz Católica, se tornam fundamentais. “Neste momento o isolamento social é a melhor forma para lidar com o coronavírus. Este não deixa de ser um modo de sermos servos de todos, como diz o papa Francisco, cuidando uns dos outros”, destaca.

Casa do Eletricista – TORNEIRAS ELÉTRICAS

O importante, pontua ele, é refletir sobre a passagem da data.

 

PESSOAS SÃO A IGREJA

De acordo com o pastor Vernei Hengen, da Comunidade Martin Luther, assim como muitos outros setores, a igreja também precisou se adaptar nestes tempos de prevenção e contenção do avanço do novo coronavírus. “Precisamos nos adaptar como igreja. O que é a igreja? Igreja são pessoas, pessoas que se reúnem com um mesmo objetivo: fortalecer e testemunhar a fé a partir do que creem, em Deus. Aqui vale o nosso testemunho, a igreja é formada por pessoas, é comunhão, é contato”, frisa, enaltecendo a atual necessidade de resguardo.

Quando tudo passa, ele ressalta que será possível celebrar novamente. “A igreja não é o prédio, porque ali temos apenas uma construção. A essência da igreja é a fé e ela é nutrida através da palavra e da comunhão. Por isso, no tempo em que nós vivemos hoje, o importante é fortificar as pessoas na confiança, na fé e emocionalmente”, salienta, acrescentando: “O mundo como conhecemos hoje pode não mais existir, haja visto que já foi modificado em virtude da pandemia, contudo, muitas são as maneiras de encarar a situação. Podemos nos alarmar ou pensá-la com sensatez e otimismo verdadeiro”.

 

Padre da Paróquia Sagrado Coração de Jesus, Solano Tambosi: “O isolamento social não deixa de ser um modo de sermos servos de todos, como diz o papa Francisco, cuidando uns dos outros” (Foto: O Presente)

 

PÁSCOA VIVENCIADA

Padre Solano evidencia que, mesmo em tempos de crise, é preciso lembrar da Páscoa com fé e contentamento. “É o dia de senhor e para nós é dia de exultação. Temos que ter isso claro e proclamar isso por meio da fé. É ter consciência e fé de que aquele que foi humilhado, ultrajado venceu a morte e é por isso que desejamos feliz Páscoa. Feliz de nós que fundamentamos a nossa vida no Jesus Cristo ressuscitado. Mesmo que nas transmissões eu não veja ninguém lá na igreja, naquele momento eu me esforço para entrar em unidade, em comunhão com todos os paroquianos, lembrando de cada um e de sua família”, enfatiza.

Segundo o pastor Vernei, em harmonia ao apóstolo Paulo, “Cristo foi ressuscitado e nunca mais morrerá, pois a morte não tem mais poder sobre ele”. Para ele, é preciso lembrar que não estamos sozinhos nesse tempo, mesmo cercados por angústias, incertezas e dores. “É tempo de lembrar que o Deus vivo não nos abandona. Ele ouve e se importa com os seus. Como nos diz o Salmo 23, caminhamos no vale da sombra da morte: nunca antes as palavras soaram com tanta força dentro de nossas vidas. A Páscoa vem e certamente cremos que podemos entregar nossa vida, nossos bens e tudo nas mãos de Deus. Ela nos faz ver a esperança por toda parte e isso nos fortalece, consola e convoca a viver isso, em reclusão sim, mas também em solidariedade”, pontua.

 

TRANSMISSÕES

No município rondonense, a Comunidade Evangélica Martin Luther, da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB), transmitirá seus cultos pelo Facebook. Nesta Sexta-feira Santa (10) o culto será transmitido a partir das 09 horas na rede social e irradiado pela Rádio Difusora às 11h30. No Sábado de Aleluia (11) o culto será transmitido pela Rádio Educadora às 17 horas. No Domingo de Páscoa (12) o culto acontecerá às 09 horas e será transmitido pela Rádio Difusora às 08 horas.

Já a Paróquia Sagrado Coração de Jesus transmitirá suas celebrações pela própria página no Facebook. Na Sexta-feira Santa a celebração da Paixão de Cristo será transmitida às 15 horas. No Sábado de Aleluia a missa inicia às 19 horas e no Domingo de Páscoa a partir das 09h30, também transmitida pela Rádio Educadora. “Eu recomendo às pessoas que nos acompanharão nesses momentos a colocar uma cruz em destaque, fazer seu momento de adoração e beijar a cruz. Lembro que durante essa semana a igreja esteve aberta e continua assim. As pessoas podem vir fazer a sua oração pessoal, sem aglomeração”, comenta.

 

Pastor Vernei Hengen, da Comunidade Martin Luther: “Como nos diz o Salmo 23, caminhamos no vale da sombra da morte: nunca antes as palavras soaram com tanta força dentro de nossas vidas” (Foto: O Presente)

 

O Presente

 

Clique aqui e participe do nosso grupo no WhatsApp

TOPO