Copagril – Compras no Site
Marechal

Marechal Rondon recebe certificado por economia de energia

 

Ademir Herrmann
Rondon é o primeiro município do Paraná a ter um prédio público com o sistema de energia fotovoltaico (de energia solar)

 

A prefeitura de Marechal Cândido Rondon recebeu uma certificação por participar do Programa Comunidade de Aprendizagem em Eficiência de Energia Elétrica, organizado pela Itaipu Binacional e ministrado pela Fundação Comitê de Gestão Empresarial. O certificado se refere ao período de 18/08/2015 a 26/07/2016.

Marechal foi uma das cidades sedes na realização do treinamento, onde participaram eletricistas efetivos e contratados, que prestam serviços para a administração municipal dos municípios lindeiros e os que fazem parte da Bacia do Paraná 3. No curso foram repassadas orientações sobre como economizar energia elétrica, por meio de medidas e ações que podem ser aplicadas nas cidades.

Casa do Eletricista – NÃO PAGUE AR

O projeto foi desenvolvido pela administração municipal, por meio da Unidade Gerenciadora de Energia Municipal UGEM, idealizou ações que contribuíram com a redução do consumo de energia, por meio da substituição de lâmpadas, fiação elétrica. De acordo com o prefeito Moacir Froehlich, o retorno foi satisfatório. Baseado na fatura da Companhia Paranaense de Energia (COPEL) o consumo, em valores, no período de novembro de 2015 foi de R$ 181.196,51, já no mesmo período deste ano, após a implantação das medidas o valor foi reduzido para R$135.357,06. O que representa uma economia de 33% em um ano. O projeto é inovador e futurista, por meio dele conseguimos economizar energia e dinheiro que pode ser aplicado em outros setores, ressalta o prefeito e completa estamos em busca da eficiência enquanto utilização da energia elétrica e Rondon está muito bem neste representado neste aspecto.

 

Escola Contemplada

Rondon é o primeiro município do Paraná a ter um prédio público com o sistema de energia fotovoltaico (de energia solar). Por meio do projeto-piloto desenvolvido na Escola Municipal Criança Feliz foi  instalado uma usina de microgeração distribuidora de energia. Através dessa ação o educandário se transformou no maior em capacidade de geração de energia do sul do país. O resultado pode ser observado também na relação de consumo apresentado na fatura de energia: em novembro do ano de 2015 o valor pago pela escola foi de R$ 3.911,15, já em no mesmo mês deste ano, a fatura registrou o valor de R$ 936,50. Em kWh isso representa uma redução de 4738 para 2201.

TOPO