Ecoville – Maior rede de limpeza
Marechal Novo boletim

Marechal Rondon tem quatro casos suspeitos de coronavírus e dois descartados

(Foto: Arquivo/OP)

A Secretaria Municipal de Saúde de Marechal Cândido Rondon emitiu na manhã desta terça-feira (24) um novo boletim no qual o município consta com quatro casos suspeitos do novo coronavírus e outros dois descartados. As pessoas com a suspeita da doença já estão em isolamento domiciliar e aguardam o resultado de exames.

A secretária da pasta, Marciane Specht, reforça o pedido para que a população fique em casa. A saída para a rua só deverá ocorrer quando houver extrema necessidade. “Peço também para que as pessoas, quando saírem, não se aglomerem em supermercados, panificadoras, etc. Se todos colaborarem, vamos vencer esta luta em breve”, salienta.

Casa do eletricista PRESSURIZADORES

“Hábitos básicos de higiene, como a lavagem das mãos ou o uso de álcool em gel já são de grande serventia. Em caso de sintomas como tosse seca, coriza, dor de garganta e dificuldade para respirar, é ideal que a pessoa fique em casa para o isolamento. Em caso de piora, o paciente deve procurar a unidade de saúde mais próxima”, completa Marciane.

 

SUSPEITA

Um caso da doença é considerado suspeito somente quando se enquadra nas seguintes situações:

– Febre e pelo menos um sinal ou sintoma respiratório (tosse, dificuldade de respirar, batimento das asas nasais entre outros) e histórico de viagem para área com transmissão local, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), nos últimos 14 dias anteriores ao aparecimento dos sinais ou sintomas;

– Contato próximo domiciliar de caso confirmado laboratorial, que apresente febre e/ou qualquer sintoma respiratório, dentro de 14 dias após o último contato com o paciente.

 

COMO SE PREVENIR?

O Ministério da Saúde orienta sobre cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo coronavírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os cinco momentos de higienização. Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Ficar em casa quando estiver doente;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

 

Com assessoria

 

Clique aqui e participe do nosso grupo no WhatsApp

TOPO