Copagril
Marechal

No início do ano legislativo, prefeito relata incertezas econômicas

Maria Cristina Kunzler

Prefeito Moacir Froehlich fez uso da tribuna para discursar na abertura do ano legislativo para o biênio 2015/2016

 

A Câmara de Vereadores de Marechal Cândido Rondon iniciou ontem (02) o ano legislativo, por ocasião da realização da primeira sessão ordinária de 2015 na Casa de Leis, agora presidida por João Marcos Gomes. O encontro contou com a presença do prefeito Moacir Froehlich, vice-prefeito Silvestre Cottica, vereadores licenciados Arlen Güttges (secretário especial de Coordenação em Programas de Segurança e Trânsito) e Adriano Cottica (secretário de Viação e Serviços Públicos), bem como Altair Genz (secretário de Administração), demais integrantes da equipe de governo, ex-vereadores, assessores, representantes da imprensa e a comunidade em geral.

A sessão contou com uma particularidade. Apenas oito vereadores estiveram presentes, tendo em vista que o suplente Alvori Ahlert (PT) já foi convocado, mas ainda não assumiu a vaga. Nesta semana encerra o prazo de 15 dias para ele se posicionar se será empossado ou não. Caso não seja, será convocado o suplente seguinte, Ari Hansen (PMDB).

Casa do Eletricista CÂMERAS

Durante a sessão, o prefeito subiu à tribuna para fazer um pronunciamento. Ele iniciou o discurso relatando as dificuldades e incertezas financeiras. Temos nos manifestado que dos entes federados, o município é que está começando a pagar mais alto e caro essa conta, expôs, lembrando que a Constituição prevê alguns investimentos mínimos em áreas como de saúde e educação. Enquanto o município não pode fugir dessa obrigatoriedade, o mesmo não tem ocorrido com Estado e União.

Leia mais na edição impressa do Jornal O Presente

TOPO