Brincando na Praça 2019
Marechal

No início do ano legislativo, prefeito relata incertezas econômicas

Maria Cristina Kunzler

Prefeito Moacir Froehlich fez uso da tribuna para discursar na abertura do ano legislativo para o biênio 2015/2016

 

A Câmara de Vereadores de Marechal Cândido Rondon iniciou ontem (02) o ano legislativo, por ocasião da realização da primeira sessão ordinária de 2015 na Casa de Leis, agora presidida por João Marcos Gomes. O encontro contou com a presença do prefeito Moacir Froehlich, vice-prefeito Silvestre Cottica, vereadores licenciados Arlen Güttges (secretário especial de Coordenação em Programas de Segurança e Trânsito) e Adriano Cottica (secretário de Viação e Serviços Públicos), bem como Altair Genz (secretário de Administração), demais integrantes da equipe de governo, ex-vereadores, assessores, representantes da imprensa e a comunidade em geral.

A sessão contou com uma particularidade. Apenas oito vereadores estiveram presentes, tendo em vista que o suplente Alvori Ahlert (PT) já foi convocado, mas ainda não assumiu a vaga. Nesta semana encerra o prazo de 15 dias para ele se posicionar se será empossado ou não. Caso não seja, será convocado o suplente seguinte, Ari Hansen (PMDB).

Casa do Eletricista SORTEIO DE VERÃO

Durante a sessão, o prefeito subiu à tribuna para fazer um pronunciamento. Ele iniciou o discurso relatando as dificuldades e incertezas financeiras. Temos nos manifestado que dos entes federados, o município é que está começando a pagar mais alto e caro essa conta, expôs, lembrando que a Constituição prevê alguns investimentos mínimos em áreas como de saúde e educação. Enquanto o município não pode fugir dessa obrigatoriedade, o mesmo não tem ocorrido com Estado e União.

Leia mais na edição impressa do Jornal O Presente

TOPO