Marechal Rui Barbosa

Noite Cultural encerra hoje 20ª edição dos Jogos Bordô e Branco

Atletismo é uma das modalidades dos jogos (Fotos: Divulgação)

O encerramento da 20ª edição dos Jogos Bordô e Branco, do Colégio Luterano Rui Barbosa, de Marechal Cândido Rondon, será marcada por uma Noite Cultural, hoje (14), no Pavilhão de Eventos da Igreja Luterana Alvorada, localizada na Rua Mem de Sá, 2366. Na oportunidade serão disputadas as categorias de Oratória, Interpretação Musical, Criação de Vídeo, Teatro e Dança. E serão apresentados os resultados finais de todas as competições.

Os jogos envolvem cerca de 600 pessoas, entre alunos do 1º ano do Ensino Fundamental I ao 3º ano do Ensino Médio, professores e colaboradores do Rui Barbosa. Os principais objetivos são oportunizar novos talentos na área esportiva e cultural; integrar alunos, professores e funcionários; e desenvolver o respeito por meio da competição sadia.

Além da Noite Cultural, os jogos contaram com provas e gincanas nas modalidades de cabo de guerra, atletismo, natação, voleibol, tênis de mesa, basquetebol, bets, futebol suíço, futsal, caçador, xadrez, matematicando, soletrando, torta na cara, entre outras.

 

Oportunidade

Conforme o coordenador de Educação Física, professor Eder Melo, os Jogos Bordô e Branco são uma grande oportunidade de desenvolvimento para toda a comunidade escolar. “A competição gera muitas experiências de vida, como lidar com as vitórias e derrotas, ser solidário, colocar-se no lugar do outro, respeito e, principalmente, o fortalecimento dos relacionamentos”, destaca.

A colaboradora Thais Glitz, que já foi aluna do Rui Barbosa, comenta que os Jogos continuam causando muita emoção. “O Bordô e Branco possibilita uma grande construção e fortalecimento de amizades, além de cultivar o respeito ao próximo. Sou do Cordão Branco e ver meu cordão marcar um ponto é muito emocionante, foi uma semana de muita emoção”, comenta.

O professor Luis Ricardo Ebuchi, do Cordão Bordô, diz que a semana foi muito emocionante. “Os jogos possibilitam que os alunos e colaboradores vivenciem competições à flor da pele. Todos os jogos são grandes finais e são acompanhados por muita torcida. São momentos extremamente marcantes para a vida de todos”, enaltece.

O diretor do educandário, pastor Carlos Kracke, avalia de forma positiva esta atividade. “Os jogos fazem muito bem para a formação dos nossos alunos, pois evidenciam o trabalho em equipe, aprendem a lidar com vitórias e derrotas e são incentivados a torcer pelo outro. Além disso, desperta a criatividade e o surgimento de líderes. Estamos muito satisfeitos com o envolvimento de todos”, pontua.

 

Gincana Social

Outra atividade desenvolvida nos Jogos é a Gincana Social. Neste ano, os alunos arrecadaram uma grande quantidade de produtos de limpeza que serão doados para a Apae de Marechal Cândido Rondon e Santa Helena e também para o Centro de Recuperação Caminhos da Vida, de Marechal Rondon.

 

Aluno Clovis Kawacki faz a condução do fogo simbólico

 

 

Momento de integração entre direção, rainhas dos cordões e representantes mirins

 

Com assessoria

TOPO