Pref. MCR – OktoberFest MCR 2019
Marechal

Presidente do ano rotário 2009/2010 conduz reunião ordinária no Rotary Guarani

Divulgação

Na reunião ordinária, do Rotary Club de Marechal Cândido Rondon Guarani, na quinta-feira (26), o presidente do ano rotário 2009/2010, Juliano Andrioli, foi o dirigente da noite.

Casa do Eletricista ESCAVAÇÕES

As reuniões conduzidas por presidentes anteriores devem-se ao formato comemorativo pelos 10 anos do clube que se comemora em 2017.

Através de uma apresentação, Juliano relembrou como era o clube na época, com apenas três anos de fundação, quantos companheiros faziam parte do quadro e quais ações foram realizadas ou iniciadas na gestão.

Dentre as ações, como clube de serviço, destacam-se arrecadação de roupas destinadas à Pastoral da Criança, Projeto Anjo, Dia do Amigo, Combate à Dengue, limpeza de rio, doação para o Centro de Recuperação Caminhos da Vida, troca de lâmpadas na Casa da Amizade, projeto de Educação no Trânsito, o acolhimento de uma intercambiária vinda da Polônia e o envio de uma rondonense ao México.

Também foi em 2009/2010, que os companheiros conheceram o International Fellowship of Motorcycling Rotarians (IFMR-AS), um dos grupos de companheirismo do Rotary Internacional, o qual reúne os Rotarianos Motociclistas de toda América do Sul, conhecidos como Rotacyclists. Os rondonenses uniram-se ao grupo e naquele ano fizeram a primeira viagem de companheirismo. Atualmente participam de dois eventos anuais e tradicionais do Grupo, os chamados IRA Intercâmbio Rotário da Amizade, com o intuito de fortalecerem os laços de companheirismo, amizade e paixão pelo motociclismo.

Juliano conta que o que mais marcou o ano rotário 2009/2010 foi a quantidade de projetos e ações desenvolvidas frente ao pouco conhecimento de Rotary e afirma que relembrar a atuação como presidente foi um momento ímpar, ainda mais por perceber a evolução do clube.

Em 2009, nosso clube ainda era muito jovem, estava engatinhando. Fui o terceiro presidente. Os companheiros puderam sentir o quanto nosso Clube evoluiu nestes dez anos de existência. Um legado que ficou deste ano foi a participação ativa na Fundação de mais um Clube de Rotary no município, o Rotary Club de Marechal Cândido Rondon 25 de Julho. Sou grato ao atual presidente, Márcio Rejala, pela iniciativa e oportunidade, diz.

 

Ser Rotary

Juliano entende que o importante não é fazer parte, mas sim viver o Rotary. Para ele saber que parte da sua contribuição mensal está auxiliando para a erradicação da Poliomelite no mundo, por exemplo, é um grande diferencial frente a outras Organizações Não Governamentais.

Tenho o privilégio de ser um dos poucos sócios fundadores que ainda fazem parte do clube após dez anos de fundação. O que me faz permanecer, primeiramente é a qualidade das pessoas que o integram. Além disso, o Companheirismo Rotário é um diferencial, principalmente no Guarani. Quando um projeto é lançado, todos se engajam para fazer com que ele seja executado da melhor forma possível. No Rotary Guarani me sinto em casa. Não tenho irmãos de sangue, mas tenho muitos irmãos de coração, graças ao meu clube.

TOPO