Copagril
Marechal Saúde

Programa “Remédio em Casa” vai começar pelo São Lucas

Secretária de Saúde, Marciane Specht, durante reunião na Estratégia Saúde da Família do Bairro São Lucas: últimos ajustes para o programa, que terá entregas a partir de 02 de dezembro. (Foto: Divulgação)

Nos próximos dias, a Secretaria de Saúde de Marechal Cândido Rondon contará com um novo programa. Trata-se do “Remédio em Casa”, que objetiva realizar a entrega domiciliar de medicamentos a pacientes pré-selecionados, com doenças crônicas, e outros grupos estabelecidos como prioritários, propiciando a continuidade da atenção em saúde e a adesão ao tratamento medicamentoso, através do acesso facilitado a medicamentos de uso contínuo.

“Nos últimos anos, houve um elevado índice de morbimortalidade (número de indivíduos que morreram como consequência de uma enfermidade, em relação ao número de habitantes de dado lugar e período de tempo) ocasionado pelo aumento da prevalência de doenças crônicas na população. O programa propiciará, por meio do melhor acesso aos medicamentos, o aumento da adesão ao tratamento medicamentoso”, explica a secretária de Saúde, Marciane Specht.

Casa do eletricista TRATAM. E ACESS.

Segundo ela, o programa também trará um grande benefício ao próprio setor público da área de saúde, ao evitar a aglomeração de pessoas nas unidades de saúde, otimizando a dinâmica e a eficiência no serviço público de saúde e a melhoria na assistência prestada. A ação, funcionando em todas as unidades de saúde em breve, beneficiará mais de três mil pessoas.

Em um primeiro momento, o programa será implantado para teste na Estratégia Saúde da Família (ESF) do Bairro São Lucas, onde os pacientes que estão sendo acompanhados pela unidade passarão a receber os medicamentos, que serão entregues por um motoboy. Cerca de 300 pacientes serão beneficiados nesse bairro.

 

PÚBLICO-ALVO

O público-alvo da ação são os usuários rondonenses cadastrados na ESF São Lucas. A ação atenderá usuários em tratamento de hipertensão arterial e/ou diabetes, com mais de 60 anos, pacientes acamados, domiciliados e portadores de necessidades especiais.

Moradores do São Lucas que se encaixam em algum dos critérios deverão se cadastrar na próxima semana, de segunda (18) a sexta-feira (22), na Biblioteca Cidadã Alice Weirich, que fica ao lado da unidade de saúde, das 08 às 12 horas e das 13h30 às 17 horas. Para a inscrição do paciente, o mesmo ou o responsável legal deve se dirigir ao posto de saúde munido de documentos pessoais e receituário do SUS atual e vigente. A entrega dos medicamentos iniciará no dia 02 de dezembro.

 

EXTENSÃO

De acordo com a secretária de Saúde, a implantação do programa em todas as unidades de saúde ocorrerá após o projeto-piloto no São Lucas, que terá duração de três meses. Ela informa que a expansão dar-se-á após a avaliação dos testes, considerando-se as razões técnicas e a conveniência administrativa.

O programa entregará 63 tipos de medicamentos, além de 14 tipos de insumos.

 

CONQUISTA

“O ‘Remédio em Casa’ fez parte do plano de governo da nossa administração. Entendemos os benefícios que esse programa trará para muitos rondonenses, que, muitas vezes, têm dificuldade para buscar o seu remédio de uso contínuo, e nós estamos aqui para ajudar essas pessoas. A Secretaria de Saúde trabalhou de forma incansável para viabilizar o início do programa. Uma ação como esta exige muito tempo para ser colocada em prática da melhor forma possível”, destaca o prefeito Marcio Rauber.

 

Com assessoria

TOPO