Marechal Ordem sanitária

Promotoria de Justiça de Marechal Rondon ajuíza medida cautelar para tenista com coronavírus manter isolamento

(Foto: Reprodução)

O Ministério Público do Paraná (MP-PR), por meio da 1ª Promotoria de Justiça de Marechal Cândido Rondon, ajuizou medida cautelar para que o tenista profissional Thiago Wild, que testou positivo para o coronavírus (Covid-19), mantenha-se em isolamento.

Conforme apurou o MP-PR, mesmo após assinar termo de compromisso de isolamento, o tenista deliberadamente descumpriu as orientações de quarentena.

Casa do Eletricista – NÃO PAGUE AR

A Promotoria sustenta que o atleta, como pessoa pública, não pode dar exemplo de conduta inadequada e desobediência às normas sanitárias que determinam quarentena a pessoas contaminadas com o coronavírus. O tenista é considerado revelação nacional e tem mais de 40 mil seguidores nas redes sociais.

No pedido, pendente de apreciação pelo Judiciário, o MP-PR requer que seja estabelecida multa de R$ 50 mil em caso de descumprimento da ordem sanitária de isolamento.

 

Com MP-PR

Clique aqui e participe do nosso grupo no WhatsApp

TOPO