Copagril
Marechal

Rondonense que morreu em acidente de ônibus será sepultada hoje em Marechal Rondon

Divulgação/PRF

O Instituto Médico Legal confirmou a identificação das sete pessoas que morreram no acidente envolvendo um ônibus da empresa Expresso Maringá na madrugada de ontem (03). As vítimas fatais são: João Alves Martins, sua esposa Lucilene Vieira e a filha de três anos, Júlia Vieira, que moravam em Sarandi; Olesia Antiqueira Basseto, de Maringá; Alecssandro Ramos Martins, do Rio de Janeiro; Onésio Ribeiro Filho, que era morador de Maringá; e Idalina Joanna Vianna Guzzoni, de Marechal Candido Rondon. Outros passageiros que resultaram com ferimentos no acidente seguem internados na Santa Casa de Campo Mourão.

Casa do Eletricista folha LORENZETTI

A empresa Expresso Maringá informou que está prestando todo o apoio necessário às vítimas.

Ao todo 42 pessoas estavam no ônibus que capotou na BR-158 em Campo Mourão, centro-oeste do Paraná. Dos passageiros, 29 embarcaram em Foz do Iguaçu, sete em Cascavel e cinco em Medianeira.

Entre as vítimas fatais, está a rondonense Idalina Joanna Vianna Guzzoni, de 83 anos, irmã do radialista e sócio da Rádio Educadora, Dirceu da Cruz Vianna. Ela embarcou em Foz do Iguaçu e estava indo visitar a filha que reside em Maringá. Seu corpo foi liberado pelo Instituto Médico Legal no final da tarde de ontem e está sendo velado na Capela Mortuária da Funerária Santa Catarina, na Rua Colombo, 555, no centro de Marechal Rondon. Às 11h acontece a celebração religiosa e em seguida o sepultamento no cemitério municipal de Marechal Cândido Rondon.

TOPO