Copagril – Sou agro com orgulho
Marechal Vacinação contra a Covid

Rondonenses com 36 anos ou mais, caminhoneiros e trabalhadores de diferentes grupos serão imunizados nesta quinta-feira

(Foto: O Presente)

A Secretaria de Saúde de Marechal Cândido Rondon definiu o cronograma de imunização para esta quinta-feira (22). Das 8 horas às 13 horas, na estação rodoviária, serão aplicadas doses em trabalhadores da saúde, do ensino básico, do ensino superior e profissionalizante, da limpeza urbana, do transporte coletivo, do sistema de privação de liberdade e caminhoneiros.

Casa do Eletricista – Energia Solar

E das 16 horas às 20 horas, na estação rodoviária e parque de exposições, a vacinação será em pessoas com 36 anos ou mais e em pessoas com comorbidades e deficiência permanente com mais de 18 anos.

 

Profissionais da saúde

Nied 2021 F

Os profissionais de saúde são: assistentes sociais, biólogos, biomédicos, fisioterapeutas, profissionais de educação física, enfermeiros, farmacêuticos, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, médicos, médicos veterinários, nutricionistas, odontólogos, psicólogos e terapeutas ocupacionais. Também estão inseridos os trabalhadores da coleta de resíduos de serviços de saúde, entregadores de oxigênio que realizam troca de válvulas e cilindros em serviços de saúde e trabalhadores das empresas que realizam esterilização de material hospitalar.

Os mesmos devem apresentar documentos pessoais e cartão SUS, além de portar carteira ativa do órgão de classe. Já os trabalhadores de estabelecimentos de saúde, uma declaração da empresa onde trabalham.

 

Ensino básico, superior e profissionalizante

Trabalhadores do ensino básico são aqueles que atuam em creche, pré-escola, ensino fundamental, ensino médio, profissionalizante e educação de jovens e adultos – EJA, desde que tenham idade superior a 18 anos, além de motoristas associados ou empregados de cooperativas de transporte escolar.

Por outro lado, fazem parte do grupo de trabalhadores do ensino superior, professores, técnicos, funcionários das instituições públicas e privadas, trabalhadores de polos EaD (Educação à Distância), além dos que atuam na modalidade semipresencial, residentes/bolsistas e estagiários. Os mesmos deverão comprovar a vinculação ativa com a instituição de ensino superior por meio da declaração emitida pela própria instituição.

Além dos documentos pessoais, carteira de vacinação e cartão SUS, deverão estar munidos também de uma declaração emitida pela instituição.

 

Sistema de privação de liberdade

Os trabalhadores do sistema de privação de liberdade deverão apresentar além de documentos pessoais, uma declaração emitida por responsável do local onde trabalham.

 

Limpeza urbana

Trabalhadores da limpeza urbana são aqueles que atuam na manutenção de infraestruturas e instalações operacionais de coleta, varrição manual e mecanizada, asseio e conservação urbana, transporte, transbordo, tratamento e destinação final ambientalmente adequada dos resíduos sólidos domiciliares e de limpeza urbana.

Para ter direito à imunização, a pessoa deverá apresentar documentos pessoais, cartão SUS, carteira de vacinação (se tiver) e comprovação que desempenha tal atividade, por meio de holerite ou carteira de trabalho.

 

Caminhoneiros e transporte coletivo

No caso dos caminhoneiros, além de documentos pessoais, cartão SUS e carteira de vacinação (se tiver), estes deverão comprovar a profissão com alguma das seguintes opções: carteira de trabalho ou crachá funcional, contracheque com documento de identidade, carteira de sócio (a) de cooperativa do transporte de carga (categoria de motorista), carteira de sócio (a) dos sindicatos de transportes (categoria de motorista) ou comprovante de inscrição no Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas (RNTRC).

Já quem trabalha no transporte coletivo, tem as seguintes formas de comprovação: carteira de trabalho ou crachá funcional, contracheque com documento de identidade, carteira de sócio (a) dos sindicatos de transportes (categoria profissional) ou cooperativas de transporte. Trabalhadores do transporte coletivo são os ligados a manutenção de veículos e maquinários, operações (motoristas, cobradores, fiscais, etc.), serviços administrativos e serviços gerais (limpeza, conservação, vigilância, inspeção de segurança e etc.).

 

36 anos

As pessoas com 36 anos ou mais e as pessoas com comorbidades e deficiência permanente, acima de 18 anos, devem portar documentos pessoais, cartão SUS e carteira de vacinação (se tiver). No caso de pessoas com comorbidade ou deficiência, também deverão apresentar uma declaração médica atestando tal condição. Gestantes que estejam na faixa etária e procurarem o pronto de vacinação, também deverão apresentar declaração médica para receber a sua dose.

 

Com assessoria

Clique aqui e participe do nosso grupo no WhatsApp

TOPO