Ford Ranger e Ecosport Set/2020
Copagril – Compras no Site
Marechal Estação soja

Soja apresenta comparativos para produtores no Dia de Campo Copagril

(Foto: Divulgação)

Os visitantes do Dia de Campo Copagril têm a oportunidade de conferir as novidades, tecnologias empregadas e os melhoramentos em híbridos de milho, cultivares de soja, pastagens, defensivos agrícolas, fertilizantes sólidos e foliares, além de serviços e produtos para as atividades no campo. Para o evento, um dos segmentos de grande relevância é a Estação Soja, onde a cooperativa realiza os testes de semeadura em diferentes datas e espaçamentos em mais de 50 cultivares, de modo a apresentar as características e variações para a área de atuação, de forma que os produtores possam identificar as melhores opções para a propriedade e o modelo de produção.

“A Estação Soja já é desenvolvida pela Copagril a vários anos, onde são semeados os cultivares que se adaptam na região. Neste ano foram semeadas em três épocas, dia 16/09, 05/10 e a 25/10. Assim o produtor pode visualizar as características fenológicas das plantas, como estrutura, altura, engalhamento e como ela se comporta, o que é muito importante em relação à janela de semeadura. É a oportunidade do produtor analisar as características e deste modo fazer seu planejamento para a implantação dessas cultivares na melhor época na sua propriedade. São sojas convencionais, RRs, sojas intactas e vários cultivares para a observação”, descreve Paulo Brunetto, engenheiro agrônomo responsável pelo setor agronômico da Copagril.

Casa do Eletricista – TORNEIRA PINGANDO

Ele também explica que além das épocas, também existe a semeadura em diferentes espaçamentos, de 0,5 e 0,6 cm entre linhas. “Também importante para visualizar na prática as os resultados e característica de cada cultivar, qual melhor se adapta, com melhor fechamento de rua e população”, complementa.

Além da Estação Soja, a Copagril e parceiros apresentam mais de 70 híbridos, onde o produtor pode visualizar e identificar as características e conferir as finalidades, como a produção de grãos e híbridos específicos para silagem, tanto de planta inteira quanto grão úmido.

 

Participação

No setor agronômico, além da participação dos parceiros nacionais e internacionais da Copagril em todas as etapas do manejo, da semeadura à colheita, também estão presentes instituições de ensino. Trata-se de um grande e importante evento para o setor regional, que conta com a presença de produtores, pesquisadores e representantes, entre os visitantes desta edição, estiveram o diretor administrativo e financeiro da Federação dos Engenheiros Agrônomos do Paraná, Ricardo Antônio Palma, e o presidente da Associação dos Engenheiros Agrônomos do Oeste do Paraná, Jullian Luiz Stülp.

 

(Foto: Divulgação)

 

Com assessoria

TOPO