Fale com a gente

Marechal Sete anos de prisão

Tribunal de Justiça confirma condenação do ex-vereador Adelar Neumann por “rachadinha”

Ele vai cumprir a pena solto e usar tornozeleira eletrônica pelo tempo da condenação

Publicado

em

(Foto: Divulgação)

O Tribunal de Justiça do Estado do Paraná confirmou a sentença proferida pela Vara Criminal de Marechal Cândido Rondon que condenou o ex-vereador Adelar Neumann à pena de sete anos, nove meses e dez dias de reclusão pela prática dos crimes de concussão (por mais de 18 vezes).

O Ministério Público denunciou o ex-vereador em fevereiro de 2019, acusando-o de exigir dinheiro de dois funcionários indicados pelo próprio vereador à época, como condição para que as vítimas permanecessem no cargo.

O ex-vereador chegou a ser preso em flagrante pelo fato, sendo solto na sequência por ordem judicial.

O Ministério Público pontua que a condenação impôs ao ex-vereador o regime semiaberto (grosso modo, o condenado trabalha e/ou estuda durante o dia e retorna à prisão – colônia penal agrícola, para repouso no período noturno), contudo, conforme ponderado pelo promotor Caio Di Rienzo, pelo fato do Estado do Paraná possuir escassez de estabelecimentos penais adequados, Adelar deve cumprir sua pena solto, mediante o preenchimento de condições fixadas pelo juízo da execução penal, dentre as quais a colocação de tornozeleira eletrônica pelo tempo da condenação.

Com assessoria

Clique aqui e participe do nosso grupo no WhatsApp

Copyright © 2017 O Presente