Ecoville – Maior rede de limpeza
Municípios Mercedes

Arroio Guaçu se consolida como destino de turismo de pesca

(Foto: O Presente)

O Parque de Lazer de Arroio Guaçu, localizado no município de Mercedes, recebeu no ano de 2019 diversas intervenções que possibilitaram melhorias estruturais. Executada pela Secretaria de Esporte, Lazer e Turismo, as obras contaram com investimento de R$ 650 mil, oriundos de um convênio com a Itaipu. A inauguração aconteceu em novembro.

Segundo o secretário da pasta, Edson Vilar, entre as melhorias feitas a partir do convênio com a binacional estão pavimentação poliédrica nas principais vias do parque, galerias pluviais, um bloco sanitário, dois quiosques, além de meio-fio nas pavimentações. “Isso representou uma mudança muito grande no nosso parque, que ficou com outra cara, principalmente com o novo bloco sanitário, com áreas de banho. Ficou uma estrutura que veio ao encontro do direcionamento que nós dávamos ao nosso terminal turístico, a fim de atrair o turista pescador”, destaca Vilar.

Casa do eletricista PRESSURIZADORES

A entrada para quem visita o parque é gratuita. A estrutura conta com churrasqueiras, mesas, bloco sanitário com chuveiros, rampa para o desembarque de grandes embarcações, além de espaço de bosque para quem deseja acampar.

Secretário de Esporte, Lazer e Turismo, Edson Vilar: “Os investimentos no parque de lazer têm o intuito de impulsionar o turismo de pesca. A intenção é atrair para Mercedes o turista pescador. Queremos que ele seja recebido com uma estrutura adequada” (Foto: O Presente)

 

FOCO NO TURISMO DE PESCA

Os investimentos no parque de lazer, conforme o secretário, tiveram o intuito de impulsionar o turismo de pesca. A intenção, ressalta, é atrair a Mercedes esse perfil de turista, que procura constantemente o parque de lazer para pescar. “Queremos que ele seja recebido com uma estrutura adequada, em um parque de lazer cada vez mais atrativo”, frisa.

Vilar comenta que o Parque de Lazer de Arroio Guaçu recebe ao longo do ano em torno de cinco mil turistas. “O turista não tem um momento específico para vir, ele vem durante todo o ano, principalmente diante da nossa realidade de Lago de Itaipu, onde, mesmo no período da piracema, que é a época de desova dos peixes, há a liberação para a pesca de espécies exóticas”, expõe, acrescentando: “O pessoal contribui muito. Os turistas vêm, se hospedam, gastam nos postos de combustível, nos mercados, nos açougues para ter iscas. Receber pessoas é muito positivo, ainda mais que o nosso objetivo com a pesca é ter esses turistas presentes ao longo ano em Arroio Guaçu”.

O secretário lembra que um dos grandes atrativos para reunir um número considerável de turistas é o Torneio Internacional de Pesca à Corvina e ao Tucunaré, promovido anualmente pela prefeitura em novembro. “Já é uma tradição esse evento em nosso município. Todos os anos uma quantidade considerável de turistas vêm até Mercedes para pescar”, aponta.

Parque é muito procurado pelos turistas de pesca, que são atraídos pela estrutura do complexo às margens do Lago de Itaipu (Foto: O Presente)

Principais vias do parque receberam pavimentação poliédrica durante as melhorias finalizadas em 2019 (Foto: O Presente)

Distante cerca de 15 quilômetros do centro de Mercedes, acesso ao parque é totalmente asfaltado: estrutura conta com rampa para acesso de grandes embarcações ao lago (Foto: O Presente)

 

MANUTENÇÃO DO ESPAÇO E OBRAS FUTURAS

Após a entrega das obras, Vilar menciona que é necessário fazer a manutenção do parque de lazer. No local, informa, há uma equipe com maquinários para realizar trabalhos constantes e dois funcionários que cuidam da limpeza.

Além das obras concluídas, há projeção de mais melhorias. “A intenção é ter nosso parque cada vez mais acessível e atrativo para o turismo de pesca”, reforça. “Uma das principais melhorias que serão feitas é a construção de um portal de entrada, com o setor administrativo, onde nós pretendemos organizar a cobrança para acessar os espaços e com isso também oferecer um serviço de mais qualidade”, amplia.

Outra obra projetada para o parque de lazer é a avenida beira lago. “Já temos uma via pavimentada às margens do lago, onde pretendemos fazer mais uma via e também o projeto de paisagismo na beira do lago, com espaços específicos para a ancoragem das embarcações e com iluminação. Estamos trabalhando nessa perspectiva”, relata o secretário.

Vilar pontua que, todavia, não é possível fazer tudo o que se quer de uma vez só. “Como não é possível conseguir recursos de uma vez só, nós fizemos uma etapa e agora estamos planejando uma segunda etapa. Não seria o último investimento, mas, sim, um dos investimentos, que a partir de então vamos conseguir oferecer serviços mais específicos nesse nicho de mercado”, ressalta.

Dois quiosques estão em fase final de construção, faltando apenas a cobertura, sendo que a empresa vencedora da licitação aguarda a chegada da madeira para concluir a obra. “Estava prevista a construção de 20 quiosques, que seriam feitos com recursos repassados pelo Ministério do Turismo. Todavia, o município possui um acordo de comodato com a Itaipu para a utilização do parque de Arroio Guaçu, e esse comodato foi renovado para dez anos, sendo que a Caixa Econômica Federal exigia um acordo de 20 anos. Com a negativa da Itaipu em ampliar o prazo não foi possível destinar o recurso para o Arroio Guaçu, impossibilitando assim a construção de um número maior de quiosques”, explica o secretário.

Dois quiosques previstos na obra de melhorias do parque estão quase prontos, faltando apenas a cobertura (Foto: O Presente)

Novo bloco de banheiros construído, com sanitários e área para banho: mais conforto aos turistas (Foto: O Presente)

 

TORNEIO INTERNACIONAL

Apesar de o Torneio Internacional de Pesca à Corvina e ao Tucunaré acontecer somente em novembro, ele já está sendo organizado. “Como é um evento tradicional, começamos a organizá-lo desde o início do ano. De uma edição para a outra já vamos nos programando. Este ano o torneio chega à 16ª edição e está programado para 14 e 15 de novembro. Esperamos que seja um sucesso novamente. Nosso torneio foi crescendo bastante, assim como os eventos do gênero na região.

Hoje nós temos a limitação de participantes em 200 equipes, que é um bom número e está de acordo com a nossa capacidade de atendimento, para que todos venham, se inscrevam e sejam bem atendidos no evento”, enfatiza.

 

 

UM BOM LUGAR PARA PESCAR

Morador de Toledo, Valdemir Rodrigues, 62 anos, é fã do parque de lazer mercedense. Ele diz que é a segunda vez que ele se dirige ao município para acampar e pescar em Arroio Guaçu. “Da outra vez que viemos pescar estavam fazendo a reforma, mas agora ficou muito bom, muito lindo. Agora arrumei um lugar bom para vir pescar”, evidencia. “Meu filho está no rio pescando corvina, e eu falei para ele que o lugar melhor para virmos pescar será aqui de agora em diante. A gente vem em um lugar desses também para se distrair, é muito gostoso”, considera.

 

 

O Presente

 

Clique aqui e participe do nosso grupo no WhatsApp

TOPO