Copagril – Sou agro com orgulho
Municípios Avenida Brasil avança na roça

Condomínio “rolha” e “efeito y” geram crise de identidade na principal artéria de Cascavel

(Foto: Divulgação)

Caminhar pela poeirenta, mas bem conservada estrada Chaparral estabelece uma conexão com o Velho Oeste. O nome da via, em si, remete para Hollywood. Chaparral é uma série da TV americana da NBC, do gênero western (aqui conhecido como “bang-bang”). Foram 98 episódios entre 1967 e 1971.

Casa do Eletricista – Energia Solar

A Chaparral cascavelense faz a ligação do Bairro Paulo Godoy até o Contorno Oeste. É ali que as coisas vão acontecer agora. Ou não. Na segunda-feira (12) o prefeito Leonaldo Paranhos mostrou em vídeo a ordem de serviço para executar a extensão da Avenida Brasil, da Tito Muffato até o contorno.

A exemplo do enlatado americano, lá se vão dezenas de episódios desde que começaram a falar da ligação, lá no meio da década passada. Agora, um acordo político do governador Ratinho Junior com o alto comando de Itaipu trará o dinheiro para levar a Avenida Brasil até a roça, e ainda duplicar o Contorno Oeste.

Nied 2021 C

A notícia gerou um frenesi na região, pois sinaliza para a urbanização da área e consequente multiplicação dos preços dos imóveis. Sobrenomes conhecidos estão bem posicionados às margens da Chaparral: Gurgacz, Rebelatto, Giacobo e Albiero, entre outros menos votados.

Mas também há problemas: é preciso recolher assinaturas dos lindeiros, e nem todos estão muito entusiasmados antes de conhecer as eventuais indenizações. Tem área do município invadida também, nos fundos do Condomínio Treviso.

E há contorcionismos a executar pela engenharia, gerando até uma crise de identidade para a formosa Avenida Brasil, que passa então a medir 16 quilômetros de extensão do Trevo Cataratas ao Contorno Oeste.

Se a Avenida Brasil seguisse seu trajeto natural, após a Tito Muffato, ela teria que demolir e cortar ao meio o Treviso, luxuoso condomínio que dá morada para parte da nata de Cascavel, incluindo o próprio prefeito da cidade.

O jeito foi estender a Avenida das Torres, que passa em frente à FAG, margeando o Treviso, e produzir um “Y” na confluência com a Chaparral, para então seguir até o Contorno.

Onde temos a crise de identidade? Exatamente aqui. Será Avenida Brasil ou Avenida das Torres? Ou em respeito à estrada quase centenária, Avenida Chaparral?

Seja qual for o nome de batismo da criança, ou mesmo o pai dela, importa dizer que a turma do chapéu vai forrar a guaiaca novamente na milionária porção Oeste da cobra.

Mapa da região, com o trajeto da Brasil cortando o eldorado imobiliário no entorno da Chaparral: novíssimo velho Oeste (Foto: Reprodução)

 

Julia e Lara, filhas de sitiantes das margens da estrada Chaparral, serão agora ilustres moradoras da glamorosa Avenida Brasil (Foto: Jairo Eduardo)

 

Por Jairo Eduardo/Pitoco

Clique aqui e participe do nosso grupo no WhatsApp

TOPO