Copagril – Sou agro com orgulho
Municípios Balanço

Coofamel comercializou 200 toneladas de mel em 2020

Posicionamento da marca está sendo trabalhado e, conforme a diretoria, a partir de abril novas embalagens devem ser lançadas, com destaque para a Indicação Geográfica Mel do Oeste (Foto: Inove Fotografia)

Mesmo em meio à pandemia, cooperativa bateu recordes na venda do Mel do Oeste do Paraná, que tem a Indicação Geográfica

 

A Cooperativa Agrofamiliar Solidária dos Apicultores da Costa Oeste do Paraná (Coofamel), de Santa Helena, reuniu no último sábado (13) os cooperados em uma assembleia diferenciada. Realizado de forma 100% on-line, o encontro apresentou os resultados de 2020 e as perspectivas para 2021. Segundo o presidente da cooperativa, Antônio Schneider, o balanço, no geral, é positivo.

Casa do Eletricista – Torneira Zagonel

“Vivemos um período de reestruturação e 2020 foi o ano de reerguer a cooperativa. As condições foram favoráveis com o dólar em alta para a exportação. Tivemos, portanto, uma das melhores movimentações financeiras de toda a história e a comercialização passou de 200 toneladas de mel”, declarou.

O dirigente lembrou de uma parceria com o Governo do Paraná, por meio da qual cooperados também puderam comercializar hortifruti para os kits que foram entregues em substituição da merenda escolar no período de cancelamento de aulas presenciais.

 

Parceria estadual

A assembleia contou com mensagem do secretário de Estado da Agricultura e Abastecimento, Norberto Ortigara, especialmente à entidade. “Vamos ter nos próximos dias novo edital do Coopera Paraná, além de lei para o Banco do Agricultor que possibilitará investimentos em diversos setores”, destacou.

 

Cooperativismo

Para Mabel Guimarães, do Sebrae de Curitiba, a união e o fortalecimento geral são uma forma de ter uma base forte para o setor na região. “Cuidem da cooperativa, façam ela ficar forte e assim se fortalecerão conjuntamente”, ressaltou. “Apostamos na indicação geográfica. A atividade passou por alguns problemas, mas neste momento o ambiente está a favor e devemos aproveitar para trabalhar neste sentido”, destacou Emerson Durso, da regional do Sebrae de Cascavel e que presta assessoria à Coofamel. “Com toda a certeza, 2020 foi um ano de virada para a Coofamel. Nessa assembleia foram apresentados resultados significativos que vão impactar diretamente na expansão de mercado da cooperativa”, analisa.

O presidente da entidade disse que “o cooperativismo é feito por muitas mãos e, quando estamos unidos as coisas acontecem e é isso que estamos fazendo”.

 

Marca e comercialização

O desempenho na safra também foi comemorado. “Nossa meta era negociar 200 toneladas, e adianto que já passamos deste volume e chegamos a 220 toneladas. Precisamos de apoio de todos para nos fortalecer”, enalteceu Schneider.

Segundo ele, o posicionamento da marca também está sendo trabalhado e, conforme a diretoria, a partir de abril novas embalagens devem ser lançadas, com destaque para a Indicação Geográfica Mel do Oeste. “Também estamos trabalhando em um projeto de exportação própria, com a marca Coofamel”, menciona o presidente. “Fizemos o treinamento com a Appex Brasil, um trabalho chamado Piex. Foram meses de treinamento para entendermos o processo de exportação. Já mandamos amostras do nosso mel para China, Estados Unidos, Líbano e Iraque”, frisa.

 

Novos projetos e investimentos

Novos projetos, aponta Schneider, estão em andamento, caso da retomada do “Alimentos Paraná” para incrementar ainda mais a qualidade ao mel, o que gera valor para a entidade. Uma parceria está em processo de consolidação para desenvolver novos produtos com utilização do mel da abelha sem ferrão, ou seja, Jataí.

Investimentos são feitos para melhorar a gestão da cooperativa. “Por isso estamos acessando o Programa Brasil Mais, do Ministério da Economia com o Sebrae”, expõe o presidente, que ressalta o suporte da Organização das Cooperativas do Estado do Paraná (Ocepar), em organização e apoio jurídico.

A estrutura da Coofamel também passa por reformas e adequações que visam a obtenção definitiva do selo do Sistema de Inspeção Federal (SIF).

 

Contas

O contador da cooperativa, Gilson Altmeyer, apresentou o balanço geral e prestação de contas da entidade, relativo ao ano de 2020. Em seguida foi apresentado o parecer do Conselho Fiscal sobre as contas, feito pelo conselheiro Alceu Gatelli. “Em nossa opinião as demonstrações contábeis representam em todos os aspectos relevantes o patrimônio, origens e aplicações dos recursos e elaborados com os princípios da contabilidade. Portanto, o Conselho Fiscal opina favorável às contas”, salienta.

Com as contas aprovadas pelos participantes da assembleia, foi feita a destinação das sobras apuradas. A primeira opção foi pela integralização do valor à cooperativa como capital de giro, opção aceita pelos associados.

 

Eleição Conselho Fiscal

Na eleição do Conselho Fiscal houve nova composição, tendo como efetivos Márcio Liba, Alceu Gatelli e Juliano Carvalho. Como suplentes ficaram Vanderlei Segatto, Nilson Schneider e Ademir Beling.

 

Novos sócios

Houve a integralização de 22 novos associados, também aprovado pelos participantes da Assembleia Ordinária. “É um número bem significativo e isso nos traz muita alegria. É muito importante para a cooperativa”, comemora o presidente.

 

Com assessoria

Clique aqui e participe do nosso grupo no WhatsApp

Mercadão do Óculos – antes inauguração
TOPO