Fale com a gente
Sicredi – Promoção Poupança Premiada [Leonardo]

Municípios Em alta

Esporte que simula operações de combate, airsoft se populariza na região

Publicado

em

(Foto: Divulgação)

Esporte que simula operações de combate, o airsoft vem ganhando espaço em Marechal Cândido Rondon e região, que conta com equipes de tradição e campos para a prática esportiva. Ao contrário do que os equipamentos sugerem, a modalidade conquista jogadores, ou operadores, que aproveitam as partidas para espairecer.

No campo CQB Combat, em Marechal Rondon, a média mensal de operadores varia de 300 a 400 pessoas. De acordo com o sócio-proprietário do estabelecimento, Pedro Henrique Coutinho Lopes, a modalidade está numa crescente. “Como nós alugamos os equipamentos, recebemos desde iniciantes até jogadores mais ávidos. Muitos operadores vão mais de uma vez ao mês, têm o próprio equipamento e uma equipe pronta para jogar”, relata ao O Presente, emendando: “De 30 novatos, cerca de 25 voltam”.

[ Publicidade ]
Casa do Eletricista ESCAVAÇÃO 2022

Sócio-proprietário do CQB Combat, Pedro Henrique Coutinho Lopes: “É legal quando tem casais, porque geralmente um fica contra o outro e eles tentam se encontrar na partida. Além disso, tem mulheres de Marechal Rondon querendo montar equipes femininas” (Foto: Divulgação)

 

Público variado

O campo de Lopes existe há dois anos no município rondonense e, por enquanto, tem só o airsoft, mas em breve deve abraçar o paintball. “Vêm jovens, casais e até adolescentes, que têm autorização dos responsáveis e acabam trazendo os pais para a modalidade. É um esporte para todo mundo se divertir e uma das partes legais é a resenha depois, quando há o levantamento de quem ‘matou’ quem”, enaltece.

Conforme o empresário, o número de homens e mulheres que jogam tem se igualado nos últimos tempos. “É legal quando têm casais, porque geralmente um fica contra o outro e eles tentam se encontrar na partida. Além disso, há algumas mulheres de Marechal Rondon querendo montar equipes femininas”, expõe.

 

Demanda crescente

No Airsoft Quatro Pontes, a média mensal de operadores que frequentam o campo é de 150. “O número vem crescendo devido à grande quantidade de novos operadores que aderem ao esporte. Cada iniciante traz amigos e assim a modalidade vai se difundindo. As pessoas vêm conhecer e acabam gostando”, destaca o sócio-proprietário do campo, Ricardo Luís Stein Júnior, que pratica a modalidade desde 2019 e comercializou o espaço no ano passado.

Na arena quatro-pontense o perfil dos operadores também é vasto. “A maioria dos frequentadores são de meia idade, de 20 a 40 anos, mas temos operadores da região com 67 anos. A grande maioria é do sexo masculino, mas estamos cada vez mais vendo mulheres participando”, assegura.

Júnior comenta que grande parte dos frequentadores do campo de Quatro Pontes vem de fora. “Já tivemos operadores de Cascavel, Toledo, Mundo Novo (MS), Guaíra, Umuarama, Iguatemi (MS), Santa Tereza do Oeste, Marechal Rondon, Pato Bragado, Nova Santa Rosa, Capitão Leônidas Marquês e outros. Acredito que com o tempo o esporte vai ganhar ainda espaço e crescer muito na nossa região”, aposta.

Sócio-proprietário do do Airsoft Quatro Pontes, Ricardo Luís Stein Júnior: “A maioria dos frequentadores são de meia idade, de 20 a 40 anos. A grande maioria é do sexo masculino, mas estamos cada vez mais vendo mulheres participando” (Foto: Divulgação)

 

De distração a exercício

Estar em jogo com a adrenalina lá em cima e uma equipe querendo o seu melhor é uma sensação que transforma os operadores, afirma o sócio-proprietário do CQB Combat. “O airsoft chama atenção porque as réplicas são parecidas com armamentos verdadeiros, mas conquista por muito mais do que isso. Não pode ser considerado violento, porque a pessoa sai de ‘alma lavada’ e até queima calorias”, pontua.

O sócio-proprietário do Campo de Airsoft de Quatro Pontes observa que o jogo depende também da intenção do operador, mas a grande maioria vai a combate para se divertir, sentir a adrenalina e reforçar amizades. “O pessoal pratica para poder se desestressar da rotina do dia a dia”, afirma.

Partidas de airsoft são uma boa opção para quem quer desestressar (Foto: Divulgação)

 

Equipe pioneira de Marechal Rondon vence competição em Foz do Iguaçu

A equipe Legionários Airsoft Marechal (LAM) faturou o 1º lugar no 1º Campeonato 5×5 da UAF da modalidade, disputado em Foz do Iguaçu no último domingo (19), organizado pelo Grupo de Airsoft Manada e pela União Airsoft Foz. Ao todo, 12 equipes de cinco operadores cada provenientes do Paraná e do Paraguai participaram da competição. Representando Marechal Rondon, Souza, Arlei, Jhonatan, Lopes e Denis fizeram parte da equipe LAM na competição. Clique aqui e confira a matéria na íntegra.

 

O Presente

Clique aqui e participe do nosso grupo no WhatsApp

Continue Lendo

Vídeos Recentes

OP Grupo WhatsApp

Facebook