Fale com a gente

Municípios Liderança do cooperativismo

Familiares comunicam o falecimento de Ignácio Aloysio Donel

Publicado

em

(Foto: Divulgação)

Ignácio Aloysio Donel faleceu na segunda-feira (10), conforme comunicado de familiares. O velório acontece desde as 05 horas no Clube União, em Medianeira, e o sepultamento será às 17 horas no Cemitério Municipal de Medianeira.

Donel dedicou toda sua vida profissional ao cooperativismo, sendo defensor da máxima participação dos cooperados nas cooperativas. Ele foi o primeiro gerente da cooperativa Cotrefal (atual Lar) e presidente reeleito por diversas vezes.

Foi conduzido à presidência da Sindicato e Organização das Cooperativas do Estado do Paraná (Ocepar) para completar o mandato de Thiesen, então eleito presidente da Organização das Cooperativas do Brasil (OCB).

Donel idealizou e implantou os Núcleos Regionais Cooperativos, de forma a buscar soluções regionais para os problemas relacionados com o desenvolvimento do sistema cooperativista. Na Ocepar, liderou a implantação do cooperativismo de crédito rural, tendo sido presidente da Sicredi Paraná.

 

Os dez momentos de grande felicidade, segundo Donel

De tudo que se sabe sobre a trajetória de Ignácio Aloysio Donel, se destaca um depoimento dele dado ao jornalista e escritor Roberto Marin, por ocasião do livro “Os 40 anos da Cooperativa Agroindustrial Lar”, em 2005. Ao fazer um retrospecto de sua vida e do que vivenciou no setor cooperativista, Donel apontou o que ele próprio qualificou de “Os dez momentos de grande felicidade”:

“Em primeiro lugar, me sinto agraciado por uma felicidade permanente com minha esposa Atila e filhos Marino (in memoriam), Marieta, Mariano, Marlene e José Luiz que souberam apoiar-me na nossa cooperativa familiar.

O apoio e sucesso obtidos nos meus 10 anos de professor municipal e comunitário de Pinheiro Machado, município de São Paulo das Missões, durante os quais ajudamos a manter uma integração comunitária para a construção da nova Igreja e Grupo Escolar, além do preparo educacional de centenas de alunos que, ainda hoje, continuam me chamando de professor.

O início das atividades oficiais da Cooperativa em dezembro de 1965 e sua separação da Colonizadora Sipal, que nos deram a liberdade de exerce r o lema basilar do cooperativismo: um por todos e todos por um. O apoio e compreensão, decisivos, da maioria dos funcionários e dos cooperados de Missal, quando da transferência para Medianeira.

A reativação do Frigorífico Medianeira e a aquisição das unidades de leite- compra da Kamby de Matelândia-, permitindo nosso ingresso no processo de agroindustrialização. Neste mesmo tempo, em 1979, houve a solução dos graves problemas jurídicos em torno das Notas Promissórias Rurais e liberação das hipotecas sobre os lotes urbanos revendidos entre os moradores de Medianeira.

O recebimento da Carta de Adjudicação das mãos do juiz Jorge Sato, dando-nos o direito de propriedade jurídica sobre o acervo da massa falida da Oleolar, durante missa solene celebrada por dom Olívio Fazza e prestigiada pela maioria da população de Céu Azul.

Fundação da Cooperativa de Crédito Três Fronteiras, depois Sicredi Cataratas do Iguaçu, hoje Sicredi Vanguarda, em 17 de novembro de 1983.

A emoção e o apoio demonstrados na AGO de eleição da nova Diretoria e da minha despedida como presidente da Cotrefal, hoje Lar, no dia 8 de fevereiro de 1991.

As lições de vida cooperativista e o apoio ininterrupto que o sistema cooperativo me concedeu na presidência da Ocepar durante os anos de 1991 e 1992.

A simpatia e o decisivo apoio demonstrados pelas cooperativas de crédito rural nas decisões de organização e integração das mesmas e de implantação do Banco Cooperativo. Da participação e manifestação de seus dirigentes quando da AGO de eleição da nova Diretoria e da minha despedida como Presidente do Sicooper Central do Paraná.

O recebimento do título de Mérito Cooperativista concedido pela Ocepar, em julho de 1997, cuja honraria dediquei à minha esposa e filhos.

A felicidade que levo para o resto da minha vida, e que pretendo renovar em satisfação diária e constante com minha esposa e filhos, é a certeza de termos cumprido o nosso dever, com o compromisso de contribuir e colocar em prática as grandes lições de vida recebidas e oferecidas durante todos os dias de convivência dentro do sistema cooperativo.”

 

Com GuiaMedianeira/Sistema Ocepar

Clique aqui e participe do nosso grupo no WhatsApp

Facebook