Municípios Único da 20ª Regional

Maripá atinge 100% de cobertura vacinal de crianças até 1 ano

(Foto: Divulgação)

O Município de Maripá atingiu 100% de cobertura vacinal de crianças até 1 ano no primeiro quadrimestre de 2020, segundo relatório da 20ª Regional de Saúde com dados do Sistema de Informações do Programa de Imunizações. O município é o único que atingiu a cobertura máxima entre as 18 cidades que compõem a 20ª regional.

Até o primeiro ano de vida, o calendário básico de vacinação do Ministério da Saúde conta com oito tipos diferentes de vacinas disponibilizadas gratuitamente pelo SUS – Sistema Único de Saúde. São elas: BCG, Rotavírus Humano, FA, Pneumo 10, Meningo Conjun. C, Pentavalente, Poliomelite e Tríplice Viral.

Casa do Eletricista – Clorador Agosto

Para a secretária de Saúde, Andréia Bento Maria Scudeller, o ótimo índice é resultado de vários fatores, entre eles da conscientização dos pais quanto à importância da vacinação. “A imunização da criança desde o nascimento é fundamental para a prevenção de doenças graves, que podem comprometer a vida da criança quando os pais deixam de vaciná-las. Em uma sociedade em que existem várias ideologias contrárias à vacinação, em nosso município temos pais conscientes da importância de vacinar seus filhos e que estão atentos às suas necessidades”, ressalta.

Outro fator importante, destaca ela, é a busca ativa feita pelas equipes de saúde. “Quando detectamos que alguma criança está com uma vacina em atraso, nossos Agentes Comunitários de Saúde fazem a busca ativa, ou seja, vão até a casa dos pais para atualizar a carteira de vacinação da criança. Já nos casos em que o atraso persiste, encaminhamos ao Conselho Tutelar, que atua em parceria conosco”, explica.

Maripá possui três salas de vacinação, uma na sede do município e as outras duas nos distrito de Candeia e Pérola Independente. No mês passado, os espaços receberam uma decoração das portas com a imagem do Zé Gotinha. “É um atrativo a mais para as crianças, que traz mais alegria para um espaço que é tão temido pelos pequenos, mas tão importante para o desenvolvimento e saúde de cada um deles”, finaliza a secretária de Saúde, Andréia.

 

Com assessoria

Clique aqui e participe do nosso grupo no WhatsApp

TOPO