Ecoville – Maior rede de limpeza
Ford Show Rural
Municípios Destaque estadual

Município de Mercedes está cada vez mais empreendedor

Foto: Divulgação

 

O município de Mercedes é novamente reconhecido no Paraná pela visão administrativa de incentivo à formalização dos microempreendedores individuais (MEI’s). A Sala do Empresário Empreendedor conquistou, pelo segundo ano consecutivo, o Selo Ouro em reconhecimento à qualidade dos serviços prestados.

O Selo foi entregue no evento “We”, no último dia 29, em Curitiba e trata-se de um prêmio instituído pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) como forma de reconhecimento dos serviços realizados pelas salas ao microempreendedor em todo o Estado.

Casa do Eletricista folha LORENZETTI

No total de 399 municípios, apenas 130 participam e das 165 salas existentes apenas 139 foram certificadas com o Selo, entre eles, bronze, prata e ouro.

Os empreendedores recebem orientações e consultorias nas áreas de gestão, planejamento, finanças e marketing para se manter atualizados e se planejar para aumentar a lucratividade do negócio.

 

Representantes da Sala do Empresário Empreendedor de Mercedes durante entrega de premiação pela conquista do Selo Ouro (Foto: Divulgação)

 

Desenvolvimento gradativo

“Com o total de 2.474 atendimentos no ano de 2018, a Sala foca no desenvolvimento gradativo dos empreendedores do município, incentivando e oportunizando o crescimento através de todas as atividades ofertadas, entre elas cursos, capacitações, palestras, consultorias e o próprio atendimento ao MEI”, enaltece o secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Emprego, Sérgio Paulino Groff.

Como resultado dos trabalhos realizados, sejam eles no campo do treinamento, do atendimento e pelas consultorias, a Sala do Empreendedor de Mercedes tem conquistado vários resultados positivos entre os microempresários.

 

Case de sucesso

A história do empreendedor James Krüger, proprietário da Móveis Krüger, pode servir de inspiração para muitos outros microempresários. O marceneiro aproveitou as ferramentas e cursos do Sebrae para lucrar e ter sucesso com a empresa. “Trabalho como marceneiro há praticamente 19 anos, por isso domino bem a parte de produção. Quando abri a MEI senti que precisava de auxílio para o processo de desenvolvimento da empresa, na parte administrativa, controle financeiro e de como colocar as ideias em prática, e isso tudo aprendi durante as consultorias realizadas na Sala do Empreendedor”, ressalta o empresário.

Foi essa instrução buscada por James que fez com que ele pudesse alçar voos maiores, ter estímulo para trabalhar de forma criativa e inovadora, prosperar e investir cada vez mais no negócio. A Móveis Krüger já passa a contar com um funcionário, condição permitida para o MEI. Investiu R$ 55 mil em melhorias e R$ 70 mil em aquisição de diversos equipamentos. O empreendimento tem potencial para no próximo ano migrar para a categoria de microempresa (ME).

Empreendedor James Krüger (dir.) e seu colaborador: empresa começou como MEI e tem potencial para no próximo ano migrar para a categoria de microempresa (Foto: Divulgação)

 

Como se formalizar

Para ser microempreendedor individual é necessário não ter participação em outro empreendimento como sócio ou titular, trabalhar de forma individual e ter um faturamento anual de no máximo R$ 81 mil.

A documentação necessária para se tornar um MEI é a carteira de identidade e CPF (original e cópia), cópia do comprovante de endereço comercial e cópia do comprovante de endereço residencial, caso tenha declarado Imposto de Renda Física nos últimos dois anos, cópia do recibo de entrega de declaração de imposto de renda e cópia do título de eleitor.

A Sala do Empresário Empreendedor do município, localizada junto à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Emprego, na prefeitura, está preparada para atender as pessoas interessadas em esclarecer suas dúvidas das 08 às 12 horas e das 13h30 às 17h30.

Na semana passada, a Sala recebeu a visita da responsável do Programa Cidades Empreendedoras Elisangela Rosa e também do consultor do Sebrae José Altair para a realização do planejamento 2019, visando o desenvolvimento de estratégias para o decorrer do ano.

Na semana passada, a Sala recebeu a visita da responsável do Programa Cidades Empreendedoras Elisangela Rosa e também do consultor do Sebrae José Altair para a realização do planejamento 2019 (Foto: Divulgação)

 

Com assessoria

 

TOPO