Pref. Pato Bragado Natal em Canto 2019
Municípios Violência contra a mulher

Nova Santa Rosa receberá Projeto Ônibus Lilás nesta quarta-feira

Foto: Thiago Costa/SMCS

O município de Nova Santa Rosa recebe, nesta quarta-feira (06), o Ônibus Lilás. O ônibus ficará em frente à Praça da Bíblia das 09 às 12 horas e das 13h30 às 17 horas. O objetivo é prestar atendimento personalizado e informar as mulheres sobre seus direitos e violência doméstica e familiar. No local também será oferecido atendimento em diversas áreas: assistência social, orientação psicológica, orientação jurídica e segurança pública, além da realização de testes rápidos (HIV, sífilis e hepatite B e C). Cada mulher receberá atendimento especializado, individual e sigiloso garantindo a privacidade.

A programação está sendo organizada pela Secretaria de Saúde de Nova Santa Rosa, pelas equipes técnicas do Creas e do Cras e pelo Escritório Regional de Toledo.

Casa do eletricista TRATAM. E ACESS.

 

ÔNIBUS LILÁS

O Projeto Ônibus Lilás faz parte do programa do governo federal “Mulher: viver sem violência” aplicado por meio de campanhas permanentes com as “Unidades Móveis: Mulheres e Cidadania”. O intuito é levar prevenção e conscientização referente à violência contra a mulher. Desde 2015 duas unidades móveis da Secretaria da Família percorrem o Estado levando às famílias, e principalmente às mulheres, serviços de atendimento multidisciplinar, composto por profissionais das áreas de serviço social, psicologia, atendimento jurídico e segurança pública, permitindo assim a interação efetiva dos diversos serviços, a orientação adequada e humanizada. O ônibus conta com espaço individual e sigiloso para orientação e atendimento. O veículo leva ainda informações sobre os equipamentos municipais que podem acolher mulheres sobre seus direitos.

 

TIPOS DE VIOLÊNCIA

De acordo com a Lei Maria da Penha, a agressão não é apenas aquela que deixa marcas físicas. Embora a violência física e o abuso sexual sejam mais evidentes, outros tipos de violência também causam sofrimento e podem ser punidos. A legislação também condena casos de violência emocional ou psicológica, como xingar, humilhar, ameaçar, fazer a mulher acreditar que está ficando louca e controlar tudo o que ela faz; patrimonial, como controlar ou tirar o dinheiro da mulher ou destruir seus objetos; e moral, que consiste em humilhar a vítima publicamente e expor sua vida íntima.

Qualquer mulher que passa por algum desses tipos de violência pode procurar o Ônibus Lilás nesta quarta-feira, na Praça da Bíblia.

 

Com assessoria

TOPO