Ecoville – Maior rede de limpeza
Municípios Alerta

Palotina registra 15 casos de febre chikungunya

Cinco casos de dengue também foram registrados em moradores do município, sendo que duas pessoas estão acometidos pelas duas doenças

Na semana passada foram registrados 15 casos de febre chikungunya e cinco casos de dengue (Foto: Divulgação/Facebook Dengue Palotina)

Os casos de febre chikungunya e dengue registrados no município de Palotina têm assustado a população e chamado cada vez mais a atenção do setor de saúde do município, especialmente dos Agente de Combate a Endemias, que trabalham para prevenir e controlar essas e outras doenças.

Na semana passada, conforme o último relatório divulgado pelo município, foram registrados 15 casos de febre chikungunya e cinco casos de dengue, sendo que em dois destes casos, os munícipes estão acometido pelas duas doenças.

Casa do eletricista MINIESCAVADEIRA

 

Trabalho de conscientização

Por meio da página “Dengue Palotina” no Facebook, os agentes atualizam frequentemente a situação específica de alguns bairros do município. Em postagem da última terça-feira (03), as informações apontam que, somente no bairro Caiçara, foram confirmados seis casos de febre chikungunya e que, na data, os Agentes de Endemias estiveram trabalhando na localidade e encontraram novamente um grande número de focos de larvas do mosquito Aedes Aegypti.

Em postagem na página “Dengue Palotina”, somente no bairro Caiçara, os Agentes de Combate a Endemias encontraram grande número de focos de larvas do mosquito Aedes Aegypti (Foto: Divulgação/Facebook Dengue Palotina)

Conforme a postagem, os agentes já realizaram ações no bairro inúmeras vezes eliminando os focos e criadouros, mutirão de limpeza, além de diversos ciclos com a bomba costal (UBV).

Em outra postagem, que denuncia o acúmulo de lixo no Jardim Universitário – o que possibilita locais propícios para criadouros do mosquito – o apelo é para que a população palotinense se conscientize sobre a limpeza dos seus quintais e terrenos baldios e aloque o lixo em locais adequados para evitar as altas nos casos de dengue, chikungunya e zika vírus.

 

Com informações Portal Palotina.

TOPO