Municípios isolamento social

Prefeitura de Santa Helena prorroga medidas de isolamento por dez dias e Acisa incentiva meios alternativos para estimular o comércio

(Foto: Divulgação)

A Prefeitura de Santa Helena publicou na noite de segunda-feira (30) o decreto 150/2020, que prorroga por mais dez dias as medidas de isolamento social e restrição a algumas atividades do comércio no município. A determinação segue as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS), Ministério da Saúde (MS), Secretaria Estadual de Saúde e Ministério Público (MP), do Paraná MP.

Segundo o MP, caso as medidas de isolamento social orientadas pela OMS não forem mantidas, o prefeito deve ser responsabilizado e responder processo administrativo.

Casa do Eletricista – TORNEIRAS ELÉTRICAS

Desta forma, a Associação Comercial e Empresarial de Santa Helena (Acisa) passa a respeitar este decreto quanto ao seu funcionamento, o mesmo sendo orientado às empresas.

Como forma de estimular a manutenção de algumas atividades, a Acisa sugere que é possível manter o contato direto com os clientes por diferentes canais como telefone e meios digitais. A propaganda tradicional deve informar os consumidores para as novas estratégias de atendimento e vendas instituídas por cada empresa.

No decorrer do último ano, até o início de 2020, diversos cursos e palestras foram oferecidos pela entidade, voltados à inovação, mídias digitais, vendas e relacionamento de mercado. “Os conteúdos podem ser colocados em prática neste momento”, observa a presidente da Acisa, Claudete Remor.

 

Inovar

É necessário inovar para atender as pessoas, segundo especialistas. Alguns setores podem ter maior movimento, porém, neste momento é importante as empresas tentarem encontrar alternativas, segundo o consultor Carlos Guedes, que já prestou serviços em Santa Helena e é co-coordenador da AcicLabs, aceleradora de inovação, e vice-diretor de Planejamento da Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Paraná (Faciap).

Dicas

Algumas dicas são importantes neste momento, conforme publicação do Serviço Brasileiro de apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Dentre elas está o planejamento de alternativas de vendas com a equipe de funcionários. É necessário estabelecer uma linha direta com os colaboradores, para atualização, horários, questões de segurança, e a nova estratégia de atendimento. “Precisamos recriar a forma de atendimento. O vende hoje são serviços e encantamento do cliente”, frisa Guedes. Sugestões, dicas, orientações, são alternativas segundo consultor.

Os seus funcionários precisarão adotar novas formas de trabalhar, mas só poderão fazê-lo caso tenham informações claras e consistentes da empresa, destaca a publicação do Sebrae.

 

Comunicação externa

A comunicação também deve ser feita aos clientes. É necessário que eles saibam sobre como a empresa está atuando, a forma de entregar produtos, outros serviços e valores. Serviços de motoboy podem ser utilizados para entrega dos produtos.

A divulgação dos produtos em canais digitais, e imprensa, com ofertas especiais são alternativas. Neste momento os clientes primam pela segurança e protocolos de combate à doenças, o que também deve ser observado pelas empresas.

Algumas mudanças de comportamento e consumo provavelmente persistirão além da crise e muitos setores ressurgirão para novas realidades de mercado.

 

Com assessoria

Clique aqui e participe do nosso grupo no WhatsApp

TOPO